®
 
Implantologia / Transplantes / Ósseointegração / Biocompatibilidade / Reimplante
ÍNDICE
BUSCA POR PALAVRA CHAVE
SOLICITE O ARTIGO
Número de artigos encontrados >>>
598- de 1996 a 2001
PÁGINA 4 DE 20
>Artigos anteriores a 1996 -48

200- de 2002 a 2004

ir para a página
Ver código de cores
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
Você está pesquisando os artigos publicados de 1996 a 2001

 

TRANSPLANTES E IMPLANTES DE USO ODONTOLÓGICO; CONCEITUAÇÃO, PROPRIEDADES FÍSICO-QUÍMICO-BIOLÓGICAS E APLICABILIDADE CLÍNICA
SANTOS, M. J. et al.
Os autores apresentam algumas características importantes de cada uma das modalidades terapêuticas (transplantar e implantar), bem como sua conceituação, estrutura física dos materiais utilizados, os processos biológicos envolvidos e as indicações para o tratamento.
(9p. 10ref. ) Odonto
Cod. D06.7.16 - 0699 - 1 E-2141

RISCO E BENEFÍCIOS NO USO DE CICLOSPORINA
MORENO, R. A. & DIAS, R. B.
A ciclosporina (CsA) tem sido utilizada desde a sua descoberta como principal agente inibidor das reações decorrentes de rejeição a órgãos transplantados em humanos. O processo de rejeição é complexo, e os efeitos colaterais do uso da CsA, hepato e nefrotoxicidade, hiperplasia gengival e alterações na dentinogênese, são comuns durante a terapia pós-transplante.
(6p. 65ref. ) Odonto
Cod. D06.7.16 - 0699 - 2 C-2142

CLASSIFICAÇÃO E INDICAÇÕES DE ENCAIXES EM PRÓTESE E IMPLANTODONTIA
DELIGA, A. G. & CARDOSO, S. A.
O presente artigo tem como proposta apresentar uma revisão da literatura sobre o uso de encaixes em prótese sobre implantes, comentando as vantagens e desvantagens, indicações e contra-indicações, bem como os tipos de encaixes disponíveis para serem utilizados.
(5p. 8ref. 11f.) PCL: Rev. Bras. Prót. Clín. Labor.
Cod. B16.1.2 - 0699 - 13 C-2143

PRÓTESE SOBRE IMPLANTES: CIMENTADA OU APARAFUSADA
SHNETZLER NETO, A. & SOARES, M. F. S.
Os autores fizeram uma revisão da literatura, com discussão sobre o polêmico ponto: prótese implanto-suportada cimentada versus prótese implanto-suportada aparafusada.
(3p. 5ref. 9f.) IBI: Rev. Bras. Implantodontia
Cod. B23.5.1 - 0399 - 1 B-2144

PLANEJAMENTO PRÉ-OPERATÓRIO CIRÚRGICO E PROTÉTICO - PRINCÍPIOS DA IMPLANTOLOGIA ORAL HOJE
SCHIEL, H. J. & KÜNZEL, A. R.
Neste artigo os autores abordam os conceitos estabelecidos pela implantologia e seus termos assim como ressaltam a importância do planejamento protético e cirúrgico e controles regulares após a reabilitação e métodos clinicamente relevantes como os índices gengival e periodontal e o periotest.
(3p. 18ref. 6f.) IBI: Rev. Bras. Implantodontia
Cod. B23.5.1 - 0399 - 3 B-2145

SISTEMA ANKYLOS: EXPERIÊNCIA CLÍNICA COM UMA NOVA CONCEPÇÃO EM IMPLANTES OSSEOINTEGRADOS
ARAUJO, C. R. P. et al.
Os autores descrevem as características do instrumental e componentes desenvolvidos para as técnicas cirúrgicas e protéticas com o sistema Ankylos relatam as impressões após um ano de experiência clínica com a nova modalidade de implantes.
(5p. 10ref. 22f.) IBI: Rev. Bras. Implantodontia
Cod. B23.5.2 - 0699 - 3 C-2146

CANTILEVER EM PRÓTESES SOBRE IMPLANTES: CONSIDERAÇÕES MECÂNICAS
DEKON, S. F. C. et al.
Este trabalho teve como objetivo realizar uma revisão de literatura sobre a utilização de Cantilevers em prótese sobre implante.
(6p. 14ref. 2f.) BCI: Rev. Bras. Cirurg. Implant.
Cod. D10.6.1 - 0399 - 6 C-2147

ELEVAÇÃO DO ASSOALHO DO SEIO MAXILAR ATRAVÉS DE ENXERTO, PARA COLOCAÇÃO DE IMPLANTES DENTAIS: ANATOMIA, FISIOLOGIA E PROCEDIMENTOS
GARG, A. K. & VALCANAIA, T. D. C.
É discutido a anatomia e fisiologia do seio maxilar, os mecanismos de enxertia óssea, materiais e procedimentos para enxertia, avaliação pré-operatória, técnica cirúrgica e complicações trans-operatórias e pós-operatórias.
(12p. 31ref. 5f.) BCI: Rev. Bras. Cirurg. Implant.
Cod. D10.6.1 - 0399 - 7 F-2148

O USO DA TOMOGRAFIA COMPUTADORIZADA NA IMPLANTODONTIA
BATISTA, F. C. et al.
A utilização dos implantes osseointegrados diversificaram as possibilidades de tratamento em pacientes edêntulos. Este artigo revisa as vantagens, desvantagens e indicações da TC na implantodontia.
(7p. 21ref. ) BCI: Rev. Bras. Cirurg. Implant.
Cod. D10.6.1 - 0399 - 8 D-2149

ENCERAMENTO DE DIAGNÓSTICO DURANTE O PLANEJAMENTO PRÉ-CIRÚRGICO PARA POSICIONAMENTO DE IMPLANTES OSSEOINTEGRADOS
ZANI, I. M. et al.
O enceramento diagnóstico é uma etapa essencial para o planejamento de um trabalho reabilitador com implantes. É através deste procedimento técnico, que o protesista poderá avaliar o caso antes da cirurgia de posicionamento dos implantes, garantindo o resultado final ideal da prótese.
(6p. 17ref. 8f.) BCI: Rev. Bras. Cirurg. Implant.
Cod. D10.6.2 - 0699 - 7 C-2150

IMPLANTES TECIDO-INTEGRADOS EM OVERDENTURES
CICONELLI, K. C. et al.
Os autores tem como objetivo neste artigo, comentar uma alternativa de tratamento protético para pacientes edentados totais, visando o restabelecimento da estética, fonética e função mastigatória, enfocando a estabilidade e conseqüente tranqüilidade psicológica que estes pacientes readquirem, frente a este tipo de reabilitação.
(3p. 5ref. 7f.) JBC: J. Bras. Odont. Clínica
Cod. B19.3.13 - 0299 - 15 B-2151

IMPLANTES IMEDIATOS: UMA REALIDADE NO TRATAMENTO IMPLANTODÔNTICO
SILVA, A. R. & SILVA, A. C. B. R.
A segurança e eficácia na colocação de implantes endósseos no momento da extração dental seguida de curetagem alveolar é descrita.
(3p. 5ref. ) Rev. Unicastelo
Cod. E10.2.2 - 0399 - 3 B-2152

INDICAÇÃO DOS IMPLANTES OSSEOINTEGRADOS COMO ANCORAGEM ORTODÔNTICA
GUIMARÃES, J. P. & BOLOGNESE, A. M.
O presente estudo objetivou a revista da literatura a respeito da indicação dos implantes osseointegrados em Ortodontia a avaliar a sua utilização com fins de ancoragem por profissionais, ex-alunos do curso de Mestrado e Doutorado em Ortodontia, pela Faculdade de Odontologia da Universidade Federal do Rio de Janeiro.
(12p. 39ref. 31f.) Rev. SMO
Cod. D34.1.3 - 0699 - 1 F-2153

CONSIDERAÇÕES PROTÉTICAS SOBRE A UTILIZAÇÃO DE IMPLANTES COMO ANCORAGENS ORTODÔNTICAS
GOODACRE, C. et al.
Neste artigo, são apresentados os fatores que influenciam o planejamento das próteses necessárias na movimentação ortodôntica, assim como alguns exemplos de planejamento de próteses e materiais utilizadas, baseados na experiência clínica dos autores.
(12p. 34ref. 22f.) J. Clín. Odont.
Cod. D38.1.1 - 0299 - 1 F-2154

RESTAURAÇÕES IMPLANTO SUPORTADAS RETIDAS POR PARAFUSOS VS CIMENTADAS: OBTENÇÃO DA OCLUSÃO ÓTIMA E ESTÉTICA EM IMPLANTODONTIA
HEBEL, K. S. & GAJJAR, R. C.
O propósito deste artigo é discutir qual opção entre os parafusos retentivos e o cimento é a mais adequada para fixar as restaurações sobre os implantes e como isto influi na oclusão e na estética.
(11p. 36ref. 13f.) J. Clín. Odont.
Cod. D38.1.2 - 0499 - 2 F-2155

HISTÓRICOS DOS IMPLANTES: DO SONHO À REALIDADE
MOGINI, R. S. & SCHIOCHETT, C.
Os implantes convencionais possuem interface fibrosa com contínua e crescente substituição de osso por fibra. Estes implantes apresentam aumento progressivo de mobilidade e do número de perdas com o decorrer do uso funcional.
(7p. 26ref. 10f.) Rev. Bras. Odont.
Cod. A02.56.5 - 1099 - 13 D-2156

USO DE FATORES DE CRESCIMENTO EM IMPLANTOLOGIA
STEFANI, C. M. et al.
O objetivo desta revisão de literatura é avaliar como a utilização de fatores de crescimento pode favorecer a formação óssea ao redor de implantes dentais.
(7p. 35ref. ) Periodontia Rev.
Cod. D19.8.2 - 1299 - 8 D-2157

UMA TRAVA DE PARAFUSO PARA SUPERESTRUTURAS DE IMPLANTE UNITÁRIO
ARTZI, Z. & DREIANGEL, A.
A complicação mais comum em uma restauração de implante unitário é o afrouxamento da conexão do parafuso. A instabilidade da superestrutura protética é expressada por dificuldade na mastigação e no funcionamento, como também a inflamação do tecido mole e/ou edema que poderia levar a fratura do parafuso.
(6p. 39ref. 5f.) Jada Bras.
Cod. A07.2.4 - 0899 - 5 C-2158

REABILITAÇÃO ESTÉTICA-FUNCIONAL DO PACIENTE PORTADOR DE IMPLANTES OSSEOINTEGRADOS "IMPLUS"
COSTA, C. C.
A proposta deste artigo foi mostrar que implantes e elementos protéticos devem evoluir conjuntamente, para que obtenhamos o máximos de aproveitamento biomecânico da Prótese sobre Implantes dentro da Reabilitação Oral.
(3p. 4ref. 7f.) IBI: Rev. Bras. Implantodontia
Cod. B23.5.3 - 0999 - 3 B-2159

DENTISTERIA IMPLANTAR MODERNA BASEADA EM EXPERIÊNCIA COM IMPLANTES ANDYLOS
NENTWIG, G. H.
Um Implante Dentário perfeito é visualizado como sendo uma unidade artificial que substitui um dente perdido no osso e funciona como uma unidade mastigatória ou retentiva para uma restauração, tal como o seu antecessor, e na eventualidade do seu insucesso, que não provocados por um dente natural.
(3p. 14ref. 1f.) IBI: Rev. Bras. Implantodontia
Cod. B23.5.4 - 1299 - 3 B-2160

REGENERAÇÃO TECIDUAL GUIADA APLICADA SOBRE IMPLANTES COLOCADOS IMEDIATAMENTE APÓS A EXODONTIA: REVISÃO DE LITERATURA
PALMA, V. C. & CARVALHO, A. C. P.
Os implantes imediatos apresentam vantagens em relação aos implantes tardios, pois eliminam o período de reparação do alvéolo e um tempo cirúrgico, diminuindo o período para instalação da prótese.
(13p. 57ref. 4f.) BCI: Rev. Bras. Cirurg. Implant.
Cod. D10.6.3 - 0999 - 5 F-2161

A UTILIZAÇÃO DE PLASMA ENRIQUECIDO DE PLAQUETAS (PEP) PARA AUMENTAR O SUCESSO DO ENXERTO ÓSSEO, COM FINALIDADE IMPLANTOLÓGICA
GARG, A. et al.
Nesse artigo é abordado a utilização de plasma enriquecido de plaquetas associado a enxerto ósseo, com finalidade implantológica. Análises clínicas, radiológicas e histológicas têm sugerido que a utilização desse material em sítios de enxertia produz incremento do reparo e da maturação óssea.
(5p. 18ref. ) BCI: Rev. Bras. Cirurg. Implant.
Cod. D10.6.3 - 0999 - 6 C-2162

BIOMECÂNICA: FORÇAS HORIZONTAIS, VERTICAIS E OS CANTILEVERES EM IMPLANTODONTIA
RIGATO, J. L. & OLIVEIRA, D. G.
Neste artigo é realizada uma discussão baseada na literatura sobre forças mastigatórias em implantes.
(5p. 8ref. 5f.) BCI: Rev. Bras. Cirurg. Implant.
Cod. D10.6.4 - 1299 - 4 C-2163

O USO DOS IMPLANTES ENDÓSSEOS NO TRATAMENTO DO PACIENTE PARCIALMENTE EDÊNTULO ACOMETIDO DE PERIODONTITE ADULTA
JABER, K. Y.
O uso de implantes endósseos já é uma realidade clínico há muito tempo (BRANEMARK, et al. , 1977), inúmeros trabalhos científicos vêm demonstrando que a longividade de implantes da modum Branemark.
(7p. 11ref. 13f.) BCI: Rev. Bras. Cirurg. Implant.
Cod. D10.6.4 - 1299 - 6 D-2164

INFLUÊNCIA DA MUCOSA CERATINIZADA NA MANUTENÇÃO DA SAÚDE PERI-IMPLANTAR
PÉRET, A. C. A. & LANZA, M. D.
A saúde dos tecidos moles peri-implantares tem sido evidenciada como um fator importante para a manutenção dos implantes, e parece ser dependente da capacidade da mucosa de prover selamento adequado entre o meio oral e o implante.
(9p. 39ref. 1f.) BCI: Rev. Bras. Cirurg. Implant.
Cod. D10.6.4 - 1299 - 7 E-2165

PREPARO ORTODÔNTICO PARA PRÓTESE IMPLANTO-SUPORTADA
RODRIGUES, A. H. C.
Este artigo apresenta algumas diretrizes para auxiliar o ortodontista no planejamento de casos envolvendo a prótese sobre implantes.
(4p. 9ref. 9f.) Rev. SMO
Cod. D34.2.2 - 1299 - 9 B-2166

EFEITOS COLATERAIS DA CICLOSPORINA RELACIONADOS COM A ODONTOLOGIA
SANTOS, F. A. et al.
Esta revisão tem a intenção de atualizar o Cirurgião Dentista e discutir os efeitos da CsA sobre a gengiva.
(8p. 44ref. ) Arq. Ciênc. Saúde UNIPAR
Cod. E34.3.2 - 0899 - 1 D-2167

PERIMPLANTITE - UMA REVISÃO DE LITERATURA
CONZ, M. B. et al.
O presente trabalho tem como objetivo fazer uma revisão da literatura sobre essas alterações dos tecidos perimplantares incluindo: as terminologias utilizadas, as diferentes classificações, fatores etiológicos associados, anatomia dos tecidos perimplantares, tratamento e manutenção da saúde dos tecidos perimplantares.
(4p. 46ref. ) IBI: Rev. Bras. Implantodontia
Cod. B23.6.1 - 0300 - 1 B-2168

INFORMAÇÕES PARA O SEU PACIENTE SOBRE IMPLANTES OSSEOINTEGRADOS
CAMPOS JÚNIOR, A. & PASSANIZI, E.
A Implantodontia a cada ano tem uma presença mais significativa na Clínica Diária de Cirurgião-Dentista. Isto traz uma procura do paciente para tal procedimento, levando muitas vezes a interpelação por este ao profissional que realiza a consulta clínica. Estamos iniciando a publicação de dúvidas que normalmente são encontradas entre Paciente/Profissional e que muito bem foram apresentadas no livro Atualização na Clínica Odontológica.
(4p. 8ref. ) IBI: Rev. Bras. Implantodontia
Cod. B23.6.1 - 0300 - 3 B-2169

A FONOAUDIOLOGIA COMO TERAPIA DE SUPORTE NO PLANEJAMENTO DA PRÓTESE SOBRE IMPLANTES
KALIL, M. T. A. C. et al.
O objetivo dos autores foi realizar uma revisão de literatura visando estudar os aspectos multiprofissionais da relação entre a disfunção miofuncional e a prótese, seus fatores intrínsecos e correlações com implantes osteointegrados.
(4p. 29ref. 2f.) IBI: Rev. Bras. Implantodontia
Cod. B23.6.2 - 0600 - 2 B
-2170

TOPO -- PRÓXIMA PÁGINA