• FACILITE SUA PESQUISA: listar apenas DTCs sobre:

    Total de Documentos Técnico-Científicos Encontrados: 429
    A - Trabalho ou Artigo Clínico, de Divulgação, Revisão de Literatura
    VIVER MUITO E ENVELHECER BEM. VOCÊ JÁ PENSOU NISSO?
    LIMA, I. C. et al.
    Hábitos saudáveis na alimentação e no estilo de vida contribuem para viver melhor e aumentar a longevidade. Há uma geração que está rejeitando estereótipos e criando novos significados para o envelhecimento, diz a antropóloga e professora da Universidade Federal do Rio de Janeiro, Miriam Goldenberg (Folha Equilíbrio – 16/10/2012).
    ( 4 páginas 0 ref. 10 f.) Essencial em Revista - Ano: 2012
    Cod. B69 . 10 . 48 - 12 2012 - 2 B Rev. Liter
    VACINAS RECOMENDADAS PARA OS PROFISSIONAIS DE SAÚDE
    BORGES, L.
    Devido ao número crescente de e-mail solicitando informações a cerca da vacinação da equipe Odontológica, faz-se necessário raticar a questão vacinal de prossionais de saúde. Seguem abaixo as vacinas necessárias para a proteção do profissional de saúde.
    ( 1 páginas 0 ref. 1 f.) Odonto Magazine - Ano: 2012
    Cod. F02 . 2 . 22 - 11 2012 - 2 X Rev. Liter
    HEPATITIS B REVACCINATION FOR HEALTHCARE WORKERS WHO ARE ANTI-HBS-NEGATIVE AFTER RECEIVING A PRIMARY VACCINATION SERIES
    LOPES, M. H. et al.
    This study aimed to evaluate the response to hepatitis B (HB) revaccination of healthcare workers (HCW) who are negative for antibodies to HB surface antigen (anti-HBs) after a complete vaccination series. HCW whose anti-HBs test was performed > 90 days after a HB vaccination course were given a 4th dose. A post-vaccination test was done within 30 to 90 days.
    PALAVRAS CHAVE: Hepatitis B vaccination; Healthcare workers.
    ( 4 páginas 14 ref. 2 f.) Rev. Soc. Bras. Med. Tropical - Ano: 2012 - TEXTO EM INGLÊS
    Cod. F44 . 45 . 5 - 10 2012 - 5 B Rev. Liter
    DESEMPENHO PROFISSIONAL E QUALIDADE DE VIDA DO ORTODONTISTA
    MACEDO, A. et al.
    Por atuarem diretamente com o bem-estar do indivíduo, os profissionais da Saúde, como os cirurgiões-dentistas, estão expostos a uma série de situações estressantes que comprometem sua qualidade de vida.
    ( 6 páginas 0 ref. 4 f.) Ortodontia / SPO - Ano: 2012
    Cod. B01 . 45 . 5 - 10 2012 - 1 C Rev. Liter
    PAIXÃO PELA BICICLETA - COM 10 HORAS SEMANAIS DE TREINO, O DR. MILTON YAMAMOTO ENCARA DESAFIOS E CONQUISTAS
    CRUZ, B.
    O relógio toca às 6 horas da manhã. É hora de levantar. O domingo promete ser longo. Depois de um café da manhã composto por bolo, pão, suco, café preto e uma vitamina com iogurte, mel, mamão, banana e maçã, o cirurgião-dentista Milton Tsuneshiro Yamamoto, 51 anos, está pronto para mais um dia de treino.
    ( 2 páginas 0 ref. 3 f.) Rev. APCD / S. Bernardo - Ano: 2012
    Cod. B36 . 13 . 78 - 9 2012 - 2 X Rev. Liter
    PROCESSO SAÚDE-DOENÇA: UM ESTUDO DAS REPRESENTAÇÕES SOCIAIS DE TRABALHADORES COM DORT
    CAETANO, V. C. et al.
    O artigo origina-se de pesquisa que analisou as representações sociais do processo saúde-doença entre trabalhadores portadores de distúrbios osteomusculares relacionados ao trabalho (DORT), usuários do Centro de Referência em Saúde do Trabalhador (CEREST) de Juiz de Fora, MG.
    PALAVRAS CHAVE: Saúde; Doença; Trabalhador; DORT; Representação social.
    ( 16 páginas 23 ref. 0 f.) Physis: Rev. Saúde Coletiva - Ano: 2012
    Cod. F37 . 22 . 3 - 9 2012 - 1 J Rev. Liter
    MÉTODOS DE AVALIAÇÃO DE RISCO DE DESORDENS MÚSCULO-ESQUELÉTICAS NOS MEMBROS SUPERIORES VOLTADOS PARA A ODONTOLOGIA
    GARCIA, P. P. N. S. et al.
    Os profissionais da área odontológica são expostos a vários riscos de desenvolvimento de doenças ocupacionais, destacando-se, entre elas, as desordens músculo-esqueléticas nos membros superiores. Esse problema pode resultar em queda na produtividade e/ou na finalização antecipada da carreira profissional. Por isso, o seu diagnóstico precoce deve ser realizado por meio de um sistema de avaliação de risco que seja confiável e válido.
    PALAVRAS CHAVE: Doenças profissionais; Engenharia humana; Odontologia.
    ( 9 páginas 23 ref. 0 f.) Rev. Odont. Univ. Cidade São Paulo - Ano: 2012
    Cod. C67 . 24 . 2 - 8 2012 - 3 E Rev. Liter
    CÂNCER DE PRÓSTATA
    PIRES, S.
    O câncer de próstata incide, mais frequentemente, após os 50 anos de idade. É considerado um câncer da terceira idade, já que três quartos dos casos ocorrem a partir dos 65 anos. No Brasil, é o segundo câncer mais prevalente, atrás apenas do câncer de pele. Para 2012 prevê-se que 60.180 novos casos sejam diagnosticados
    ( 3 páginas 0 ref. 4 f.) Rev. APCD / S. Bernardo - Ano: 2012
    Cod. B36 . 13 . 77 - 6 2012 - 1 B Rev. Liter
    ALIANÇA DOS PROFISSIONAIS DE SAÚDE MANUAL DE INTERVENÇÃO PARA AS DOENÇAS CRÓNICAS
    Publicado na Revista OMD Vol. 04 nº 13 2012
    As doenças não transmissíveis (DNT), ou doenças crónicas, que incluem as doenças cardiovasculares e respiratórias, cancro, diabetes, entre outras, são uma das principais causas de morte prematura e responsáveis por cerca de 60% das mortes em todo o mundo.
    ( 2 páginas 0 ref. 4 f.) Rev. de OMD - Ordem Médicos Dentistas - Ano: 2012
    Cod. E84 . 4 . 13 - 6 2012 - 6 X Rev. Liter
    MENOPAUSA
    DIAS, I. M. et al.
    A menopausa é vista como uma condição natural do envelhecimento que ocorre durante o período de transição na vida de uma mulher, quando os ovários param de produzir óvulos, o corpo produz menos estrogênios e progesterona e a menstruação se torna menos frequente, até cessar por completo.
    ( 2 páginas 0 ref. 2 f.) Rev. Bras. Odont. - Ano: 2012
    Cod. A02 . 69 . 1 - 6 2012 - 12 X Rev. Liter
    SÍNDROME DO TÚNEL DO CARPO EM CIRURGIÕES-DENTISTAS
    MELO, J. V. et al.
    A Síndrome do Túnel do Carpo é uma patologia neuro-compressiva, que acomete os cirurgiões-dentistas em face de sua vulnerabilidade, como distúrbio ocupacional. Essa síndrome tem aumentado nos últimos anos, em função das condições de trabalho existentes, flexão e extensão do punho repetidamente e de forma contínua, principalmente se associada à força e a movimentos vibratórios. Em consequência disso, objetivou-se revisar a literatura sobre o tema com um enfoque clínico, buscando determinar os principais aspectos etiológicos bem como suas principais características clínicas e métodos de prevenção.
    PALAVRAS CHAVE: Síndrome do Túnel do Carpo; Odontologia; Doenças Ocupacionais.
    ( 3 páginas 31 ref. 0 f.) Odont. Clínico-científica / CROPE - Ano: 2012
    Cod. E40 . 11 . 1 - 3 2012 - 2 B Rev. Liter
    PILATES PARA DORES E PATOLOGIAS TÍPICAS EM CIRURGIÕES DENTISTAS
    BATTISTIN, A. L.
    É grande o número de cirurgiões-dentistas que no decorrer de sua vida profissional apresentam disfunções músculo esqueléticas. As longas jornadas de trabalho, a permanência estática por longos períodos e os movimentos repetitivos geram sobrecargas que podem afetar sua capacidade funcional.
    ( 3 páginas 0 ref. 3 f.) Rev. APCD / S. Bernardo - Ano: 2012
    Cod. B36 . 13 . 76 - 3 2012 - 1 B Rev. Liter
    PROBLEMAS DE SAÚDE EM CIRURGIÕES-DENTISTAS DO SERVIÇO PÚBLICO DE CAMPINA GRANDE/PB/BRAZIL
    SILVA, M. S. P. et al.
    O objetivo deste estudo foi identificar os problemas de saúde considerados pelos Cirurgiões-Dentistas (CDs) como decorrentes da sua profissão. A coleta dos dados foi realizada em 2010 através de um questionário com perguntas objetivas respondido por 32 CDs.
    PALAVRAS CHAVE: Riscos ocupacionais; Transtornos traumáticos cumulativos; Odontologia.
    ( 6 páginas 16 ref. 5 f.) Ciênc. Odont. Bras. / UNESP SJC - Ano: 2012 - TEXTO EM INGLÊS
    Cod. C31 . 15 . 1 - 3 2012 - 8 C Rev. Liter
    INTOXICAÇÃO OCUPACIONAL PELO BENZENO: UM ASSUNTO DE SAÚDE AMBIENTAL
    MOREIRA, G. M. et al.
    Este estudo teve como objetivo recuperar o percurso histórico da utilização industrial do benzeno no Brasil, da produção técnico-científica sobre a saúde dos trabalhadores a ele expostos. Também relata a biotransformação, farmacocinética e farmacodinâmica do benzeno, bem como seus sinais e sintomas, formas de prevenção e o tratamento.
    PALAVRAS CHAVE: Prevenção; Benzeno; Alterações hematológicas; Benzenismo; Saúde ambiental.
    ( 4 páginas 11 ref. 0 f.) Rev. Bras. Odont. - Ano: 2011
    Cod. A02 . 68 . 2 - 12 2011 - 7 B Rev. Liter
    PERIGO SILENCIOSO
    ASSIS, C.
    A surdez é uma deficiência invisível. A diminuição da audição produz uma redução na percepção de sons e dificulta a compreensão das palavras. A população, de um modo geral, não percebe que está com problemas auditivos, os quais acarretam zumbidos e dificuldade no entendimento da fala. Uma das causas mais frequentes de perda auditiva é a exposição a ruídos acima do limite tolerável. Os cirurgiões--dentistas ficam expostos, durante o trabalho diário, a ruídos intensos que, dependendo da magnitude do som e do tempo de exposição, podem causar lesão às células da orelha interna.
    ( 4 páginas 0 ref. 9 f.) Rev. Bras. Odont. - Ano: 2011
    Cod. A02 . 68 . 2 - 12 2011 - 16 B Rev. Liter
    CONSIDERAÇÕES REFERENTES AOS PROCESSOS ALÉRGICOS DECORRENTES DO USO DO LÁTEX EM ODONTOLOGIA
    MENEZES, C. C. G. et al.
    O objetivo deste trabalho é alertar aos profissionais da Odontologia, sobre o aumento da prevalência da hipersensibilidade ao látex tanto ao profissional como ao paciente expostos. No ano de 2010, a hipersensibilidade ao látex foi identificada pelo American College of Allergy, Asthma & Immunology como um dos maiores problemas de saúde ocupacional, acometendo de 8 a 17% da equipe de saúde americana.
    PALAVRAS CHAVE: Hipersensibilidade; Hipersensibilidade ao látex; Hipersensibilidade ao látex/prevenção & controle; Dermatite de contato.
    ( 4 páginas 25 ref. 0 f.) ROBRAC: Rev. Odont. Bras. Central - Ano: 2011
    Cod. B24 . 20 . 55 - 12 2011 - 5 B Rev. Liter
    ASPECTOS GERAIS DA HEPATITE B
    LOPES, T. G. S. L. et al.
    O objetivo deste trabalho foi reunir informações sobre a hepatite B. Para isso, foi realizada uma revisão bibliográfica com as palavras chaves: hepatite B, diagnóstico, imunologia e manifestações extrahepáticas; na base de dados do Portal de Periódicos da CAPES e Pub Med, em artigos publicados no período de 2006 a 2011 e selecionados os artigos mais relevantes. Alguns artigos, publicados antes de 2006, também foram acrescidos na revisão por se mostrarem pertinentes.
    PALAVRAS CHAVE: Hepatite B; História natural; HBsAg.
    ( 8 páginas 28 ref. 0 f.) Rev. Ciênc. Médicas e Biológicas / UFB - Ano: 2011
    Cod. D56 . 10 . 3 - 12 2011 - 10 D Rev. Liter
    DIFICULDADES ALIMENTARES NA ROTINA DOS PROFISSIONAIS DENTISTAS E SUAS EQUIPES
    LIMA, S. M..
    Nos tempos modernos, com a correria do dia-a-dia, uma ação importantíssima, como comer bem, tem se tornado complicado, porque se faz de uma forma rápida e sem tranquilidade.
    ( 1 páginas 0 ref. 4 f.) Odonto Magazine - Ano: 2011
    Cod. F02 . 1 . 6 - 7 2011 - 6 X Rev. Liter
    SAÚDE MENTAL DO TRABALHADOR: O ASSÉDIO MORAL PRATICADO CONTRA TRABALHADORES COM LER/DORT
    SILVA, E. F. et al.
    Este artigo analisa como o assédio moral se configura na vida dos portadores de lesões por esforços repetitivos/distúrbios osteomusculares relacionados ao trabalho (LER/DORT). Participaram do estudo, realizado em 2007, 20 trabalhadores acometidos por LER/DORT de uma indústria do calçado em Campina Grande-PB. Empregaram-se entrevista semiestruturada e análise de conteúdo.
    PALAVRAS CHAVE: Saúde mental e trabalho; Assédio moral; Saúde do trabalhador; Gestão do trabalho.
    ( 15 páginas 39 ref. 0 f.) Rev. Bras. Saúde Ocupacional - Ano: 2011
    Cod. D86 . 36 . 123 - 6 2011 - 1 F Rev. Liter
    LESÕES TENDINOSAS DA MÃO
    SILVA, J. B. et al.
    As lesões tendinosas são muito frequentes nos traumatismos da mão. Vidro e arma branca são os agentes mais comuns. Classificam-se como aberta e fechada e invariavelmente estão associadas a lesões de pele, nervos e artérias. O conhecimento anatômico da mão é fundamental, pois mesmo traumas menores podem trazer sequelas se não forem tratados adequadamente.
    PALAVRAS CHAVE: Tendão Flexor; Tendão Extensor; Trauma.
    ( 5 páginas 11 ref. 21 f.) Rev. AMRIGS - Ano: 2011
    Cod. C99 . 55 . 2 - 6 2011 - 2 C Rev. Liter
    DISTÚRBIOS OSTEOMUSCULARES RELACIONADOS AO TRABALHO EM CIRURGIÕES-DENTISTAS
    FARIAS, M. G. et al.
    Foi realizada uma revisão de literatura com o objetivo de analisar a interrelação existente entre os Distúrbios Osteomusculares Relacionados ao Trabalho (DORT) e a prática do cirurgião-dentista. O exercício profissional dos cirurgiões-dentistas os expõe a um risco considerável de adquirir algum tipo de desordem musculoesquelética, desde que certos fatores inerentes às tarefas profissionais, aliadas às características individuais, estejam presentes.
    PALAVRAS CHAVE: DORT; Odontologia; Ergonomia; Doenças ocupacionais.
    ( 6 páginas 40 ref. 0 f.) Rev. Bras. Odont. Militar - Ano: 2010
    Cod. B02 . 27 . 1-2 - 12 2010 - 7 C Rev. Liter
    SAÚDE E ESTRESSE OCUPACIONAL EM MÉDICOS
    PINTO, D. R. et al.
    A prática da Medicina sofreu alterações relevantes nas últimas décadas e está atualmente associada a condições desgastantes de trabalho, como carga horária excessiva, perda de autonomia, redução de salários e exposição a situações estressantes, que aumentam a vulnerabilidade desses profissionais para adoecimento, depressão, abuso de substâncias e suicídio.
    PALAVRAS CHAVE: Saúde; Médicos; Esgotamento Profissional; Trabalho.
    ( 5 páginas 50 ref. 1 f.) Arq. Ciências da Saúde - Ano: 2010
    Cod. B56 . 17 . 4 - 12 2010 - 3 C Rev. Liter
    A TENOSSINOVITE DE - DE QUERVAIN - COMO RESULTADO DE DORT
    FERNANDES, R. L. et al.
    A Tenossinovite Estenosante de De Quervain (TEDQ) é causada pela inflamação dos tendões dos músculos abdutor longo do polegar e extensor curto do polegar. Está relacionada a LER (Lesões por Esforços Repetitivos) e a DORT (Distúrbios Osteomusculares Relacionados ao Trabalho), é comum em costureiras, digitadores, dentre outros. A TEDQ é diagnosticada através do teste de Finkelstein.
    PALAVRAS CHAVE: Tenossinovite Estenosante de De Quervain; Fisioterapia; Ergonomia.
    ( 6 páginas 25 ref. 0 f.) UNINGÁ Review - Ano: 2010
    Cod. F05 . 4 . 4-4 - 12 2010 - 3 C Rev. Liter
    AS NORMAS DE RADIOPROTEÇÃO E O USO DOS EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL NA CONCEPÇÃO DOS CIRURGIÕES-DENTISTAS
    SANTOS, R. A. et al.
    Mesmo reconhecendo a existência das normas, a maior parte dos profissionais de odontologia não demonstra perceber a necessidade justa e precisa de esclarecimento. A falta de percepção expõe a vários problemas como falta de informação sobre a necessidade de realização de exames médicos periódicos dos profissionais, falta de conhecimento na correta utilização do equipamento de raios X, desconhecimento da necessidade de calibração periódica do aparelho de raios X, ineficiência no cumprimento das normas de radioproteção, uso inadequado do equipamento de proteção individual (EPI) e ausência de um manual de normas das atividades profissionais.
    PALAVRAS CHAVE: Raios X; Cirurgiões-dentistas; Equipamento de proteção individual; Normas; Radioproteção.
    ( 3 páginas 10 ref. 0 f.) Ciência & Saúde Coletiva - Ano: 2010
    Cod. C62 . 15 . Supl.2 - 10 2010 - 2 B Rev. Liter
    RISCOS OCUPACIONAIS EM ODONTOLOGIA: REVISÃO DE LITERATURA
    NOGUEIRA, S. A. et al.
    Os riscos ocupacionais estão presentes na rotina profissional do cirurgião-dentista e representam ocorrência potencial de danos à saúde levando a acidentes ou doenças ocupacionais. O objetivo deste trabalho é apresentar uma revisão da literatura acerca das características principais destes riscos e assim contribuir para a melhoria da saúde ocupacional e consequentemente geral do cirurgião-dentista, colaborando com a discussão existente sobre este tema.
    PALAVRAS CHAVE: Riscos ocupacionais; Saúde ocupacional; Odontologia.
    ( 9 páginas 36 ref. 0 f.) UNOPAR Científica - Ciências Biol. Saúde - Ano: 2010
    Cod. B57 . 12 . 3 - 9 2010 - 1 E Rev. Liter
    EFICÁCIA DAS TÉCNICAS DE TERAPIA MANUAL APLICADAS NO TRATAMENTO DA SÍNDROME DO TÚNEL DO CARPO: REVISÃO DE LITERATURA
    ARAÚJO, A. P. S. et al.
    O presente estudo trata-se de uma revisão bibliográfica sobre a utilização da terapia manual no tratamento da STC em livros, revistas e periódicos eletrônicos publicados entre 1993 - 2008. Os resultados obtidos demonstraram evidencias da eficácia terapêutica da terapia manual no tratamento da STC sendo que todos os estudos pesquisados demonstraram melhora e/ou redução da sintomatologia apresentada pelos pacientes atendidos, sendo as principais técnicas de terapia manual utilizadas no tratamento da STC: Mobilização neural, estretching, mobilização articular e alongamento do membro superior.
    PALAVRAS CHAVE: Síndrome do túnel do carpo; Terapia manual; Nervo mediano.
    ( 14 páginas 31 ref. 2 f.) Rev. UNINGÁ - Ano: 2010
    Cod. E77 . 25 . 25 - 9 2010 - 2 F Rev. Liter
    AS DOENÇAS DOS TRABALHADORES
    STELLUTO JR., A..
    A Ergonomia e a raiz do ambiente saudável de trabalho, como identificou, no século 18, o médico italiano Bernardino Ramazzini, relacionando 52 riscos à saúde em trabalho pioneiro que seria a base da Medicina Ocupacional. Hoje, os males apontados há 300 anos por essa ciência fazem parte do dia a dia de todos os profissionais. O CD é um dos mais expostos a doencas provenientes da prática no consultório, devendo estender essa preocupacao à sua equipe e aos pacientes.
    ( 13 páginas 0 ref. 32 f.) Rev. ABO Nacional - Ano: 2010
    Cod. A06 . 18 . 3 - 7 2010 - 1 F Rev. Liter
    A GINÁSTICA TERAPÊUTICA E PREVENTIVA CHINESA LIAN GONG/QI GONG COMO UM DOS INSTRUMENTOS NA PREVENÇÃO E REABILITAÇÃO DA LER/DORT
    LIVRAMENTO, G. et al.
    Este ensaio traz elementos da medicina ocidental, da medicina tradicional chinesa e da sociologia do trabalho para reflexão sobre o Qi Gong – exercícios terapêuticos, um dos pilares da Medicina Tradicional Chinesa (MTC) – como importante meio de prevenção da LER/DORT e recuperação da saúde. Considerando a natureza interdisciplinar e diversos níveis de prevenção, aborda aspectos sociológicos sobre as condições de trabalho frequentemente relacionadas com este tipo de adoecimento e categorias de trabalhadores mais acometidos. Focaliza aspectos médicos sobre a LER/DORT e as Síndromes de Bloqueio na MTC, estabelecendo canais de articulação e contribuição entre esses campos de conhecimento sobre a saúde humana.
    PALAVRAS CHAVE: LER/DORT; Saúde do trabalhador; Medicina tradicional chinesa; Qi Gong.
    ( 13 páginas 30 ref. 0 f.) Rev. Bras. Saúde Ocupacional - Ano: 2010
    Cod. D86 . 35 . 121 - 6 2010 - 2 F Rev. Liter
    MANIFESTAÇÕES ORAIS DO ESTRESSE OCUPACIONAL - REVISÃO DE LITERATURA
    MACEDO, I. A. B. et al.
    O objetivo desse artigo é chamar a atenção do trabalhador e dos profissionais que atuam em odontologia do trabalho, sobre as manifestações bucais relacionadas ao estresse e a atividade laboral, através de uma revisão de literatura.
    PALAVRAS CHAVE: Estresse; Saúde do trabalhador; Odontologia do trabalho.
    ( 6 páginas 29 ref. 0 f.) Full Dentistry Science - Ano: 2010
    Cod. B81 . 1 . 3 - 6 2010 - 10 C Rev. Liter
    MOMENTO DE REFLEXÃO
    VARELLIS, M. L. Z..
    Este espaço tem como objetivo trazer reflexões acerca do tema Equilíbrio e Qualidade de Vida, para uma categoria profissional que na maioria das vezes se vê às voltas com uma jornada de trabalho extenuante. Em nome do bom atendimento ao paciente e do sucesso, o autocuidado pode ficar relegado a um plano menos importante e quando nos damos conta, o desânimo e o cansaço podem entrar em cena sorrateiramente e se instalar, causando perdas e danos irreparáveis no desempenho profissional e nas relações interpessoais.
    ( 1 páginas 0 ref. 1 f.) Rev. APCD Vila Mariana - Ano: 2010
    Cod. B68 . 8 . 27 - 3 2010 - 2 X Rev. Liter
    CONTAMINAÇÃO MERCURIAL: RISCO OCUPACIONAL AO CIRURGIÃO-DENTISTA
    KAMETANI, C. K. et al.
    O mercúrio é um material amplamente usado na prática odontológica, contudo trata-se de um dos mais perigosos poluentes ambientais e ocupacionais. Nesse sentido, este estudo tem como objetivos analisar diversos aspectos referentes à contaminação mercurial, com base em trabalhos existentes na literatura, e demonstrar os riscos que o mercúrio causa quando manuseado de forma inadequada.
    PALAVRAS CHAVE: Saúde ocupacional; Intoxicação por mercúrio; Amálgama dental.
    ( 5 páginas 18 ref. 0 f.) RSBO Rev. Sul-Brasileira de Odontologia - Ano: 2009
    Cod. E55 . 6 . 4 - 12 2009 - 13 C Rev. Liter
    IMPORTÂNCIA DO USO DE EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL, ENFOCANDO MÁSCARAS E RESPIRADORES
    MAGANIN, C. G. M. et al.
    O objetivo desse trabalho é a revisão de literatura sobre EPIs, dando enfoque a dois tipos: as máscaras descartáveis e os respiradores purificadores de ar e o seu desempenho como barreira física de proteção a agentes químicos, biológicos e físicos nas áreas de saúde, reciclagem de papel, indústrias alimentícias, coleta de lixo, construção civil, pintura, agricultura, indústria moveleira, metalúrgica e têxtil.
    PALAVRAS CHAVE: EPIs; Saúde do Trabalhador; Riscos Ocupacionais.
    ( 13 páginas 29 ref. 0 f.) Rev. UNINGÁ - Ano: 2009
    Cod. E77 . 22 . 22 - 12 2009 - 7 F Rev. Liter
    PREVALÊNCIA DE LOMBALGIA EM DISTÚRBIOS OSTEOMUSCULARES RELACIONADOS AO TRABALHO
    SANTOS, B. L. et al.
    O treinamento inapropriado, alterações bruscas na rotina de trabalho e os equipamentos inadequados causam lesões. A postura estática prolongada causa estresse e fadiga muscular (Sakata, 2003). (os sintomas tornam-se presentes, e às vezes passam a invadir as noites e finais de semana)
    ( 4 páginas 11 ref. 0 f.) Rev. Fisio&Terapia - Ano: 2009
    Cod. D73 . 14 . 70 - 10 2009 - 2 B Rev. Liter
    ÚLCERA DE STRESS: RISCO PARA PACIENTES SUBMETIDOS A CIRURGIAS BUCO-MAXILO-FACIAIS
    CAIO CÉSAR DE SOUZA LOUREIRO; PAULA CRISTINA FELIX FALCHET; FÁTIMA ALENCAR; LUIZ FERNANDO LOBO LEANDRO.
    O objetivo deste artigo é revisar as principais características da úlcera de estresse, sua incidência e os métodos de tratamentos adotados atualmente e descritos na literatura.
    PALAVRAS CHAVE: Úlcera; Úlcera péptica; Cirurgia bucal; Estresse; Úlcera péptica hemorrágica.
    ( 7 páginas 25 ref. 1 f.) Rev. Naval Odont. - Ano: 2009
    Cod. B05 . 2 . 4 - 6 2009 - 1 D Rev. Liter
    DISTÚRBIOS OSTEOMUSCULARES RELACIONADOS AO TRABALHO: PREJUÍZO SOCIAL PARA OS CIRURGIÕES-DENTISTAS
    ARTENIO JOSÉ ÍSPER GARBIN; CLÉA ADAS SALIBA GARBIN; DIEGO GARCIA DINIZ.
    O avanço tecnológico na área odontológica vem permitindo a conquista de novos instrumentos e técnicas que simplifica o trabalho dos Cirurgiões-Dentistas (CDs), entretanto deixa em segundo plano a relação da postura no trabalho diário, ocasionando, na maioria das vezes, problemas de saúde que interferem na atuação clínica favorecendo o surgimento de distúrbios osteomusculares relacionados ao trabalho (DORTs).
    PALAVRAS CHAVE: Distúrbios Osteomusculares; Odontólogos; Prática Profissional; Doenças Profissionais.
    ( 10 páginas 44 ref. 0 f.) Rev. UNINGÁ - Ano: 2009
    Cod. E77 . 19 . 19 - 3 2009 - 4 E Rev. Liter
    LASERTERAPIA E SISTEMA MÚSCULO-ESQUELÉTICO
    LEONARDO, P. S..
    Tendinopatias, osteoartrite, lesões por esforço repetitivo e relacionadas ao trabalho, assim como lesões esportivas e afecções dolorosas da coluna vertebral são as desordens músculo-esqueléticas mais comuns na sociedade moderna.
    PALAVRAS CHAVE: Laserterapia; Sistema músculo esquelético.
    ( 2 páginas 17 ref. 2 f.) DMC Journal - Ano: 2008
    Cod. C61 . 4 . 4 - 12 2008 - 4 A Rev. Liter
    DENTISTAS, CUIDEM-SE!
    LATTERZA, E. et al.
    Nunca é demais enfatizar a importância do alongamento em nosso dia-a-dia cada vez mais agitado. A ginástica laboral se faz necessária, principalmente naquelas profissões em que a postura incorreta, e mantida por um longo período, acarreta uma maior sobrecarga, afetando alguns grupos musculares. Os cirurgiões-dentistas e odontólogos, com jornadas de até 12 horas, devem incorporar em seu dia-a-dia a prática da ginástica laboral, aliviando assim as dores e tensões acarretadas pela má postura durante o atendimento aos pacientes.
    ( 1 páginas 0 ref. 1 f.) O Sorriso - Ano: 2008
    Cod. C90 . 5 . 21 - 9 2008 - 6 X Rev. Liter
    LER/DORT - ASPECTOS BIOPSICOSSOCIAIS EM SAÚDE
    MAITÊ PERES DE CARVALHO; FELIPE MEGA DOS SANTOS; PATRÍCIA HAERTEL GIUTI; WILLIAM PERES; GILBERTO DE LIMA GARCIAS.
    Os autores relatam os diversos fatores que podem levar ao surgimento desses distúrbios, e destacam a fisioterapia como atuante no campo preventivo.
    PALAVRAS CHAVE: LER; DORT; Fisioterapia; Trabalho.
    ( 4 páginas 18 ref. 0 f.) JBM - Jornal Bras. Medicina - Ano: 2008
    Cod. D84 . 95 . 1 - 7 2008 - 1 B Rev. Liter
    EXPOSIÇÃO OCUPACIONAL POR USO DE MERCÚRIO EM ODONTOLOGIA: UMA REVISÃO BIBLIOGRÁFICA
    JAMYLE CALENCIO GRIGOLETTO; ALINE DA SILVA OLIVEIRA; SUSANA INÊS SEGURA MUÑOZ; LENY BORGHESAN ALBERTINI ALBERGUINI; ANGELA MARIA MAGOSSO TAKAYANAGUI.
    Este trabalho visa apresentar dados referentes ao gerenciamento de resíduos perigosos na área da saúde, com ênfase no uso de mercúrio em odontologia. Foi elaborado com base numa revisão bibliográfica sobre o uso do mercúrio em amálgama dentário e seus potenciais riscos toxicológicos ligados à exposição, tanto de profissionais quanto de pacientes.
    PALAVRAS CHAVE: Amálgama; Mercúrio; Odontologia; Saúde pública.
    ( 10 páginas 60 ref. 1 f.) Ciência & Saúde Coletiva - Ano: 2008
    Cod. C62 . 13 . 2 - 6 2008 - 4 E Rev. Liter
    A PROPOSTA DA EDUCAÇÃO PERMANENTE EM SAÚDE NA FORMAÇÃO DE CIRURGIÕES-DENTISTAS EM DST/HIV/AIDS
    NUNES, M. F. et al.
    O objetivo do projeto foi qualificar cirurgiões-dentistas da rede pública de saúde nos estados e municípios brasileiros para a atenção integral e humanizada às pessoas vivendo com HIV/Aids. A metodologia de escolha para a formação das equipes de facilitadores foi a Educação Permanente em Saúde por meio de cursos semi-presenciais com enfoque na problematização das realidades locais e profissionais.
    PALAVRAS CHAVE: HIV; Síndrome da Imunodeficiência Adquirida; Determinação de necessidades de cuidados de saúde; Odontologia; Educação profissional em saúde pública.
    ( 8 páginas 9 ref. 4 f.) Interface - Comunic. Saúde Educ. - Ano: 2008
    Cod. F34 . 12 . 25 - 6 2008 - 1 D Rev. Liter
    DESORDENS MUSCULO-ESQUELÉTICAS RELACIONADAS COM O EXERCÍCIO PROFISSIONAL DA MEDICINA DENTÁRIA
    RICARDO SIMÕES; EDUARDO SANTIAGO; DANIELA SOARES; JOSÉ ANTÓNIO LOBO PEREIRA.
    Neste artigo procura-se alertar os Médicos Dentistas (e outros profissionais de Saúde Oral) para as posturas incorrectas no exercício da actividade profissional, as consequentes patologias que os podem vir a afectar (denominadas genericamente por “Desordens Musculo-Esqueléticas Relacionadas com o Trabalho”), e algumas das técnicas de prevenção, correcção e compensação das mesmas. Para tal, recorreu-se a esquemas e figuras elucidativas complementando a revisão da literatura pesquisada.
    PALAVRAS CHAVE: Posições de trabalho; Lesões articulares; Lesões musculares; Prevenção.
    ( 9 páginas 24 ref. 19 f.) Rev. Port. Estomatologia - Ano: 2008
    Cod. A16 . 49 . 1 - 3 2008 - 7 E Rev. Liter
    A IMPORTÂNCIA DO ALONGAMENTO PARA O CIRURGIÃO-DENTISTA NA PREVENÇÃO DA DOR - PARTE II
    MATEUS JORGE DA SILVA.
    Este artigo científico tem como objetivo informar ao cirurgião-dentista a importância do alongamento associado à atividade física como prevenção de problemas musculares.
    PALAVRAS CHAVE: Exercícios de alongamento muscular; Prevenção da dor; Atividade física.
    ( 4 páginas 5 ref. 9 f.) Só Técnicas Estéticas - Ano: 2007
    Cod. C37 . 4 . 3 - 12 2007 - 4 B Rev. Liter
    LER/DORT RELACIONADA AOS CIRURGIÕES-DENTISTAS
    MARCO ANTONIO RODRIGUES GOMES DE OLIVEIRA.
    As doenças genericamente denominadas de LERs/DORTs, apresentam sinais e sintomas de inflamações dos musculos, tendões, fáscias e nervos dos membros superiores, cintura escapular e pescoço. Chama a atenção não só pelo aumento de sua incidência, mas por existirem evidências de sua associação com o ritmo de trabalho.
    ( 2 páginas 0 ref. 0 f.) Rev. ACD ssv - Ano: 2007
    Cod. B35 . 28 . 162 - 12 2007 - 1 X Rev. Liter
    RPG NO DENTISTA
    JANAINA GIMAEL; LEONARDO CARVALHO.
    Técnicas baseadas na Reeducação Postural Global já são utilizadas para tratar os pacientes como um todo, inclusive quando os problemas afetam a área odontológica.
    ( 4 páginas 0 ref. 3 f.) C. D. Smile - Ano: 2007
    Cod. B80 . 2 . 10 - 8 2007 - 3 X Rev. Liter
    CORRA E CUIDE-SE!
    ANDRÉIA BRASIL; JANAINA GILMAEL.
    Praticar exercícios físicos melhora a qualidade de vida e o bem-estar. De quebra, pode servir como um bom exemplo para os pacientes.
    ( 5 páginas 0 ref. 5 f.) C. D. Smile - Ano: 2007
    Cod. B80 . 2 . 10 - 8 2007 - 9 X Rev. Liter
    ALERTA VERMELHO PARA AS DOENÇAS OCUPACIONAIS
    CÍNTIA DE ASSIS.
    A prática odontológica proporciona um desgaste físico grande ao cirurgião-dentista, que está sujeito a desenvolver doenças ocupacionais justamente pelo fato de que seu trabalho exige a adoção de posturas incorretas e repetição de atividades.
    ( 4 páginas 0 ref. 3 f.) Rev. Bras. Odont. - Ano: 2007
    Cod. A02 . 64 . 1/2 - 6 2007 - 17 B Rev. Liter
    HEPATITE C - A IMPORTÂNCIA DE SE CUIDAR BEM
    QUINTELA, E. et al.
    Diariamente, milhares de pessoas sofrem ao serem diagnosticadas com o Vírus HCV, causador da Hepatite C, uma inflamação no fígado contraída através de sangue contaminado. Ao contrário das hepatites A e B, na maior parte dos casos, a Hepatite C não apresenta sintomas na fase aguda. É preciso ficar atento com a saúde e quando surgirem quaisquer suspeitas, a atenção precisa ser redobrada.
    ( 2 páginas 0 ref. 2 f.) O Sorriso - Ano: 2007
    Cod. C90 . 4 . 15 - 3 2007 - 2 A Rev. Liter
    EM SINTONIA COM VOCÊ
    DANIEL JORGE.
    A prática de Pilates não se resume apenas à busca pelo condicionamento corporal: é o início do caminho para a felicidade pessoal.
    ( 4 páginas 0 ref. 5 f.) C. D. Smile - Ano: 2007
    Cod. B80 . 2 . 7 - 2 2007 - 7 X Rev. Liter
    PERFIL DE IMUNIZAÇÃO DOS ALUNOS, PROFESSORES E FUNCIONÁRIOS DO CURSO DE ODONTOLOGIA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ
    LIMA, E. M. C. et al.
    O objetivo desta pesquisa foi conhecer o perfil de imunização dos alunos, professores e funcionários do Curso de Odontologia da Universidade Federal do Ceará, bem como as formas de acesso às informações referentes à vacinação e razões alegadas pelos entrevistados que não adotaram as medidas preventivas.
    PALAVRAS CHAVE: Vacinação; Controle de doenças transmissíveis; Hepatite B.
    ( 14 páginas 28 ref. 2 f.) Arq. em Odont. / Fac. Odont. UFMG - Ano: 2006
    Cod. C11 . 42 . 3 - 9 2006 - 8 F Rev. Liter
    DESORDENS MUSCULOESQUELÉTICAS EM CIRURGIÕES-DENTISTAS
    CLAUDIA CERQUEIRA GRAÇA; TÂNIA MARIA ARAÚJO; CRUIFF EMERSON PINTO SILVA.
    O objetivo deste artigo é discutir a relação entre o trabalho e essas desordens, cuja prevalência tem se elevado cada vez mais, e como elas se manifestam naqueles que as adquirem.
    PALAVRAS CHAVE: Cirurgião-Dentista; Desordens musculoesqueléticas; Saúde ocupacional.
    ( 16 páginas 33 ref. 0 f.) SITIENTIBUS - Rev. Univ. Est. Feira de Santana - Ano: 2006
    Cod. E65 . 34 . 34 - 6 2006 - 3 J Rev. Liter