:: Busca:
:: Busca Avançada
Guia Bibliográfico Odontológico
Base de dados
13 usuários on-line neste momento.
Login  
:: ÍNDICE
Veja o índice completo
- Art. Leitura Dinâmica
- Bioengenharia
- Biossegurança
- Cirurgia T.B.M.F.
- Códigos e Manuais
- Dentística
- Diversos
- Endodontia
- Ensino Odontológico
- Ergonomia
- Estomatologia
- Evidence Based
- Geral
- Implantologia
- Materiais Dentários
- Oclusão ATM
- Odonto Legal e Ética
- Odonto Preventiva
- Odontopediatria
- Ortodontia
- Pacientes Especiais
- Periodontia
- Prótese Buco-Maxilo
- Prótese Fixa
- Prótese Removível
- Prótese Total
- Radiologia
- Saúde do C.D.
- SOS Artigos Cortesia
Odonto Legal e Ética / Bio-ética / Iatrogenia / Cooperativa / Honorários / Seguro Odontológico / Hipnose / Mercado de Trabalho
FACILITE SUA PESQUISA: listar apenas DTCs sobre:
A - Trabalho ou Artigo Clínico, de Divulgação, Revisão de Literatura
B - Relato de Caso(s) e Técnica(s), Nota(s) Prévia(s)
C - Investigação Científica, Trabalho(s) de Pesquisa(s), Artigo Original
Geral
Total de Documentos Técnico-Científicos Encontrados: 1617
 
:: A - Trabalho ou Artigo Clínico, de Divulgação, Revisão de Literatura

A ODONTOLOGIA QUE SE FAZ COM CIÊNCIA, ARTE E ÉTICA
YARID, S. D. et al.
Próximos da comemoração dos dez anos da implantação do curso de Odontologia na Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia, campus de Jequié, o mesmo se consagra como o melhor curso de Odontologia do estado da Bahia de acordo com Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes em 2010.
( 1 páginas 0 ref. 0 f.) Revista Saúde.Com UESB - Ano: 2013
Cod. C68 . 9 . 2 - 12 2013 - 1 X Rev. Liter

ÉTICA NA PRÁTICA ODONTOLÓGICA
GENNARI, C.
A ética é uma ciência filosófica que apresenta valores morais e princípios que direcionam a conduta humana na sociedade em que estamos inseridos.
( 3 páginas 0 ref. 3 f.) Odonto Magazine - Ano: 2013
Cod. F02 . 3 . 27 - 4 2013 - 2 B Rev. Liter

ETHICAL PUBLICATION PROVIDING SOCIAL BENEFIT: CHALLENGES OF EDITORS AND THE ABEC BRASIL
RODE, S. M. et al.
The relationship between science and scientific output is evident: the latter being the product of the former. Science is done by conducting studies and then disseminated by publication of technical-scientific articles. The aim of research is to contribute to society, expanding and/or deepening knowledge for subsequent dissemination and comment.
( 2 páginas 0 ref. 0 f.) Pesq. Odont. Brasileira / USP - Ano: 2013 - TEXTO EM INGLÊS
Cod. C24 . 27 . 2 - 4 2013 - 1 X Rev. Liter

HÁ DIFERENÇA ENTRE SER CIRURGIÃO-DENTISTA NA CAPITAL OU NO INTERIOR?
LIMA, I. C.
Não muito tempo, para as pessoas que viviam no interior dos estados, o sonho era estudar e trabalhar na cidade grande. Hoje, o fluxo migratório se tornou uma mão inversa para muitos. As cidades do interior oferecem as mesmas infraestruturas das metrópoles e muitas vezes com qualidade de vida, conforto, segurança, locomoção, saúde e educação superior.
( 5 páginas 0 ref. 11 f.) Essencial em Revista - Ano: 2013
Cod. B69 . 11 . 49 - 3 2013 - 3 C Rev. Liter

CRIMINAL LIABILITY IN DENTAL PRACTICE
PRADO, C. E. et al.
The technical and scientific evolution is the greatest advance in dentistry since its regulation with the law 5.081/1966; however it is worth remembering that constant modernization of treatments brings along a proportional increase on the dentist’s responsibilities with his patient.
PALAVRAS CHAVE: criminal liability; Penal code; Deontology; Dentistry.
( 6 páginas 12 ref. 0 f.) RSBO Rev. Sul-Brasileira de Odontologia - Ano: 2013 - TEXTO EM INGLÊS
Cod. E55 . 10 . 1 - 3 2013 - 14 C Rev. Liter

SAÚDE DO TRABALHADOR
BORGES, L.
Após duas décadas trabalhando com Biossegurança e Controle de Infecção, deparei-me com uma questão importante e não muito valorizada na área Odontológica, mas que em outros segmentos da saúde está crescendo a cada ano: a saúde do trabalhador.
( 1 páginas 0 ref. 2 f.) Odonto Magazine - Ano: 2013
Cod. F02 . 3 . 24 - 1 2013 - 2 X Rev. Liter

DESMISTIFICANDO A ODONTOLOGIA DO TRABALHO
NAVARRO, V.
A Odontologia do Trabalho, assim como a Medicina do Trabalho, visa à promoção e proteção da saúde do trabalhador através de ações preventivas que proporcionem a integridade da saúde.
( 4 páginas 0 ref. 1 f.) Odonto Magazine - Ano: 2013
Cod. F02 . 3 . 24 - 1 2013 - 4 B Rev. Liter

A SAÚDE E OS DESAFIOS PARA OS PREFEITOS ELEITOS OU REELEITOS
BRIZOLARA, R. V. et al.
Olá leitoras e leitores, retomo a coluna para tratar dos desafios para a saúde pública nos municípios brasileiros. Destacarei alguns pontos que não pretendem esgotar a complexa discussão sobre a necessária continuidade à construção da política de saúde nos municípios, e, é claro, no Brasil.
( 2 páginas 0 ref. 3 f.) Odonto Magazine - Ano: 2013
Cod. F02 . 3 . 24 - 1 2013 - 8 X Rev. Liter

A ORGANIZAÇÃO DO AMBIENTE DE TRABALHO COM O MÉTODO 5S – CUIDANDO DA SAÚDE DO TRABALHADOR
GRECO, R. M. et al.
A extensão universitária tem como finalidade promover a integração entre o ensino e a pesquisa articulada com as demandas da sociedade. Neste sentido é que vimos desenvolvendo o projeto de extensão Conversas com trabalhadores: prevenindo a doença e promovendo a saúde em parceria com a Gerência de Saúde do Trabalhador de uma Universidade Pública de Minas Gerais através do projeto Encontros com a saúde.
PALAVRAS CHAVE: Saúde do trabalhador; Qualidade; Educação em Saúde.
( 5 páginas 4 ref. 0 f.) Revista Ciência em Extensão - Ano: 2012
Cod. A23 . 8 . 3 - 12 2012 - 4 C Rev. Liter

SUSPEITAS DE ABUSO DE POSIÇÃO DOMINANTE E CONCERTAÇÃO DE PREÇOS OMD APRESENTA QUEIXA CONTRA EMPRESAS DE PLANOS DE SAÚDE ORAL
Publicado na Revista OMD Vol. 04 nº 15 2012
Na base da queixa estão dados compilados pela OMD, junto dos seus membros, através de um inquérito exaustivo que obteve 2767 respostas (ver destaque). Os planos de saúde oral são habitualmente confundidos com seguros de saúde, no entanto são produtos diferentes.
( 1 páginas 0 ref. 0 f.) Rev. de OMD - Ordem Médicos Dentistas - Ano: 2012
Cod. E84 . 4 . 15 - 12 2012 - 1 X Rev. Liter

ESTUDO O MERCADO DA PRESTAÇÃO DOS SERVIÇOS MÉDICO-DENTÁRIOS EM PORTUGAL - O CASO DOS PLANOS DE SAÚDE DENTÁRIA
Publicado na Revista OMD Vol. 04 nº 15 2012
O mercado da prestação dos serviços médico-dentários tem assistido, comparticular intensidade sobretudo desde 2009, à implantação e divulgação massivas de Planos de saúde oral. Para o cidadão mais desatento, estes planos poderão ser equiparados aos tradicionais seguros de saúde, com cobertura médico-dentária.
( 13 páginas 0 ref. 2 f.) Rev. de OMD - Ordem Médicos Dentistas - Ano: 2012
Cod. E84 . 4 . 15 - 12 2012 - 2 F Rev. Liter

ESCLARECIMENTO - SUSPENSÃO DA EMISSÃO DE CHEQUES-DENTISTA PARA JOVENS E ADOLESCENTES
Publicado na Revista OMD Vol. 04 nº 15 2012
Decorrente de uma notícia publicada recentemente no jornal Público, do dia 27 de outubro), foi criada alguma confusão relativamente à pretensa suspensão do programa do cheque dentista.
( 2 páginas 0 ref. 1 f.) Rev. de OMD - Ordem Médicos Dentistas - Ano: 2012
Cod. E84 . 4 . 15 - 12 2012 - 4 X Rev. Liter

SITUAÇÕES DE EXCEÇÃO PRESCRIÇÃO MANUAL DE MEDICAMENTOS
Publicado na Revista OMD Vol. 04 nº 15 2012
De algum tempo a esta parte, a Administração Central do Sistema de Saúde, I.P (ACSS) tem monitorizado individualmente cada receita efetuada pelos prescritores. Nesta monitorização estão, também, incluídas as prescrições manuais. Assim, a ACSS possui neste momento uma informação individual, por prescritor, dos fármacos prescritos, bem como das situações de exceção referidas em cada receita.
( 1 páginas 0 ref. 1 f.) Rev. de OMD - Ordem Médicos Dentistas - Ano: 2012
Cod. E84 . 4 . 15 - 12 2012 - 5 X Rev. Liter

INFARMED ALERTA PARA OS RISCOS - UTILIZAÇÃO DE DISPOSITIVOS MÉDICOS QUE NÃO CUMPRAM OS REQUISITOS LEGAIS
Publicado na Revista OMD Vol. 04 nº 15 2012
O Infarmed - Autoridade Nacional do Medicamento e Produtos de Saúde, I.P. alertou recentemente, através da circular (nº 211/CD/8.1.7), para os riscos da utilização dos dispositivos médicos que não cumpram os requisitos legais, que passamos a transcrever.
( 1 páginas 0 ref. 1 f.) Rev. de OMD - Ordem Médicos Dentistas - Ano: 2012
Cod. E84 . 4 . 15 - 12 2012 - 6 X Rev. Liter

OLHOS DE LINCE NO AMBIENTE ESCOLAR – A RESPONSABILIDADE DO EDUCADOR FÍSICO NA DETECÇÃO E ENCAMINHAMENTO DE CASOS DE VIOLÊNCIA DOMÉSTICA CONTRA CRIANÇAS E ADOLESCENTES
LOLLI, H. A. et al.
Este trabalho objetivou discutir o papel do educador físico, atuando em ambiente escolar, na detecção de violência doméstica contra a criança e o adolescente e ainda as formas de encaminhamento das situações suspeitas. A escola representa muito mais do que um espaço para a busca do saber, mas um local de socialização e trocas, fundamental para o desenvolvimento infanto-juvenil.
PALAVRAS CHAVE: Violência doméstica; Educação física e treinamento; Bem-estar da criança; Ensino fundamental e médio.
( 10 páginas 30 ref. 0 f.) UNINGÁ Review - Ano: 2012
Cod. F05 . 12 . 12-2 - 12 2012 - 2 E Rev. Liter

RESPONSABILIDADE MÉDICA E JUDICIALIZAÇÃO NA RELAÇÃO MÉDICO-PACIENTE
VASCONCELOS, C.
Neste artigo é realizada uma reflexão teórica seguida de proposição a respeito do problema da judicialização excessiva na relação entre médicos e pacientes. É apontada a crescente transposição de poder da Medicina para o Direito, evidenciada no número de demandas evitáveis em desatenção ao debate social, favorável ao desígnio emancipatório propiciado pelo diálogo e reflexão ética.
PALAVRAS CHAVE: Bioética; Responsabilidad profesional; Poder profesional; Derechos de los pacientes; Discursos; Educación médica.
( 8 páginas 15 ref. 1 f.) Rev. Bioética - Ano: 2012
Cod. C83 . 20 . 3 - 12 2012 - 1 D Rev. Liter

RESPONSABILIDADE CIVIL DO CIRURGIÃO PLÁSTICO EM PROCEDIMENTOS ESTÉTICOS: ASPECTOS JURÍDICOS E BIOÉTICOS
ALVES, R. G. O. et al.
Este artigo analisa a responsabilidade civil do médico cirurgião plástico em procedimentos estéticos, não somente sob os aspectos jurídico-obrigacionais, mas também considerando aqueles envolvidos na relação médico-paciente, como o dever de informar e o consentimento livre e esclarecido do paciente.
PALAVRAS CHAVE: Direitos do paciente; Temas bioéticos; Responsabilidade pela informação; Responsabilidade civil; Cirurgia plástica.
( 7 páginas 22 ref. 0 f.) Rev. Bioética - Ano: 2012
Cod. C83 . 20 . 3 - 12 2012 - 2 D Rev. Liter

SEGREDO MÉDICO E O DIREITO HUMANO À PRIVACIDADE: UMA ABORDAGEM JURÍDICA
LOPES, J. C. N.
O objetivo é localizar as diferentes abordagens jurídicas do segredo médico e demonstrar os diversos aspectos de que se reveste e que culminam atualmente com sua colocação como parte do direito à privacidade.
PALAVRAS CHAVE: Comunicação sigilosa; Direito à privacidade; Normas jurídicas.
( 9 páginas 38 ref. 0 f.) Rev. Bioética - Ano: 2012
Cod. C83 . 20 . 3 - 12 2012 - 3 E Rev. Liter

COMPARAÇÃO DOS COMITÊS DE ÉTICA EM PESQUISA DE BUENOS AIRES E CONURBANO BONAERENSE
SABIO, M. F. et al.
Os comitês de ética em pesquisa (CEP) são fundamentais para a proteção dos sujeitos de pesquisa. Este trabalho tem como objetivo conhecer e comparar o funcionamento e dificuldades dos CEP da Ciudad Autónoma de Buenos Aires (Caba) e do Conurbano Bonaerense. Neste estudo, se realizou uma enquete semiestruturada a 38 comitês. - TEXTO EM ESPANHOL -
PALAVRAS CHAVE: Bioética; Comitês de ética em pesquisa; Ética em pesquisa.
( 7 páginas 11 ref. 2 f.) Rev. Bioética - Ano: 2012
Cod. C83 . 20 . 3 - 12 2012 - 5 D Rev. Liter

CONSTRUÇÃO E VALIDAÇÃO DE QUESTIONÁRIO PARA ANÁLISE DE CONCEPÇÕES BIOÉTICAS
SILVA, P. R. et al.
Neste artigo objetivamos descrever as etapas do processo de elaboração de um questionário quantitativo que permita investigar as concepções sobre valores bioéticos inerentes à atividade cientifica. Validado semântica e estatisticamente, o questionário foi desenvolvido tendo por base a escala do tipo Likert.
PALAVRAS CHAVE: Ensino; Bioética; Metodologia.
( 12 páginas 27 ref. 4 f.) Rev. Bioética - Ano: 2012
Cod. C83 . 20 . 3 - 12 2012 - 8 F Rev. Liter

DENTISTA: A RESPONSABILIDADE DE UM SORRISO FELIZ
PALMISANO, G. G.
Cirurgiões-dentistas falam da arte de se atuar na Odontologia e como os profissionais podem chegar à especialização visionada e garantir a saúde, educação, informação e o direito à qualidade dos serviços prestados.
( 2 páginas 0 ref. 3 f.) Dentistry Brasil - Ano: 2012
Cod. C87 . 50 . 50 - 10 2012 - 6 X Rev. Liter

AGENDA LOTADA = SAÚDE FINANCEIRA. SERÁ?
FELTRIM, É. É.
Ajustar a demanda de clientes ao tempo disponível não é nada simples, mas o erro no agendamento dos seus clientes certamente trará fortes impactos negativos no lucro da clínica. Agendamento de clientes numa clínica está intimamente ligado ao planejamento de cada caso clínico.
( 1 páginas 0 ref. 1 f.) Dentistry Brasil - Ano: 2012
Cod. C87 . 50 . 50 - 10 2012 - 7 X Rev. Liter

IMPORTÂNCIA DO REGISTO NACIONAL DE ARTROPLASTIAS NA IDENTIFICAÇÃO MÉDICO-LEGAL
DURÃO, C. H. et al.
Desastres de massa são realidades que sucedem com lamentável frequência. Nestas situações, um dos problemas forenses fundamentais é o da identificação das vítimas. Todos os elementos susceptíveis de puderem contribuir para tal identificação são essenciais e, entre eles, as próteses ortopédicas, que frequentemente permanecem intactas. Este artigo realça a importância da criação do registo nacional de próteses.
PALAVRAS CHAVE: Antropologia Forense; Desastres; Medicina Legal; Patologia Forense.
( 5 páginas 15 ref. 6 f.) Rev. Bras. Ortopedia - Ano: 2012
Cod. C80 . 47 . 5 - 10 2012 - 1 C Rev. Liter

EDUCAÇÃO FINANCEIRA E ECONOMIA PROGRAMADA. ONDE APLICAR O SEU DINHEIRO?
LIMA, I. C. et al.
O mundo passa por um momento de crise econômica, social e política. O Brasil é um dos poucos países que conta com o aval dos investidores. Com estabilidade ímpar em vários setores socioeconômicos e com democracia plena, boa parcela da população, incluindo os profissionais da Odontologia, agora pensa em economizar suas finanças, com investimento seguro. Melhor ainda será se, além de gerar dividendos, parte dos recursos for direcionada a projetos socioambientais, focando áreas como ecologia, educação e saúde.
( 3 páginas 0 ref. 4 f.) Essencial em Revista - Ano: 2012
Cod. B69 . 10 . 47 - 9 2012 - 2 B Rev. Liter

LUCRATIVIDADE E RENTABILIDADE NA ODONTOLOGIA
MAGALHÃES, J. E. et al.
Não faz muito tempo que um dentista não poderia dizer que tinha uma boa rentabilidade em seu consultório ou estava melhorando de vida, era visto com maus olhos pelos colegas de profissão ou difamado com comentários que estaria cheio de processos na justiça por má conduta profissional. O incrível é que isso ainda acontece em algumas regiões do Brasil, onde prosperidade na Odontologia ainda está ligada ao mau atendimento ou falta de profissionalismo.
( 2 páginas 3 ref. 0 f.) Full Dentistry Science - Ano: 2012
Cod. B81 . 3 . 12 - 9 2012 - 19 X Rev. Liter

PROFISSIONAIS FALAM SOBRE APERFEIÇOAMENTO À GESTÃO DOS CONSULTÓRIOS E ESTABELECIMENTOS DENTÁRIOS
FELTRIM, É. et al.
Como pode se justificar que, numa mesma cidade, num mesmo bairro, alguns consultórios estejam com lista de espera na agenda e em outros os dentistas estão fazendo o jogo da velha com a secretária? Podemos começar pensando que nem sempre agenda lotada é sinal de lucro para a clínica, porém uma das principais justificativas para a questão acima é a forma como esses consultórios são gerenciados e administrados. Hoje em dia, é vital para o crescimento de um consultório ou clínica enxergá-los como um negócio, saber que a técnica é obrigação aos olhos do cliente, porém, não é tudo.
( 1 páginas 0 ref. 2 f.) Dentistry Brasil - Ano: 2012
Cod. C87 . 49 . 49 - 9 2012 - 1 X Rev. Liter

VISANDO UMA POLÍTICA MAIS ATENCIOSA
ALMEIDA, E. R. et al.
Profissionais da Odontologia falam sobre as possíveis expectativas que os cirurgiões-dentistas dispensam sobre os futuros governantes municipais, espelhando os anseios de melhores condições de trabalho e reconhecimento às necessidades da população a uma atenção específica à saúde bucal.
( 2 páginas 0 ref. 2 f.) Dentistry Brasil - Ano: 2012
Cod. C87 . 49 . 49 - 9 2012 - 4 X Rev. Liter

A IMPORTÂNCIA DA EDUCAÇÃO NA PROMOÇÃO DA DOAÇÃO DE ÓRGÃOS
MORAIS, T. R. et al.
O transplante e a doação de órgãos humanos são temas polêmicos que têm despertado interesse e discussões. A falta de esclarecimento e o noticiário sensacionalista sobre tráfico de órgãos contribuem para aumentar dúvidas e tornar permanentes os mitos e preconceitos. A doação de órgãos e tecidos é vista pela sociedade, em geral, como um ato de solidariedade e amor dos familiares. No entanto, ela exige a tomada de decisão num momento de extrema dor e angústia, motivado pelo impacto da notícia da morte, o sentimento de perda e pela interrupção inesperada de uma trajetória de vida.
( 2 páginas 7 ref. 0 f.) Rev. Bras. Prom. Saúde - Ano: 2012
Cod. E44 . 25 . 3 - 9 2012 - 8 A Rev. Liter

TEMAS E REFERENCIAIS DE ANÁLISE EM BIOÉTICA NO ENSINO DA GRADUAÇÃO EM NATUROLOGIA NO BRASIL À LUZ DA BIOÉTICA SOCIAL
HELLMANN, F. et al.
Discutem-se temas e referenciais de análise em Bioética, presentes no ensino de graduação em Naturologia no Brasil, à luz da Bioética Social. De abordagem qualitativo-descritiva, a pesquisa foi realizada em duas universidades brasileiras, utilizando análise documental e trabalho de campo.
PALAVRAS CHAVE: Bioética; Ensino; Terapias Complementares; Saúde Pública; Naturologia.
( 15 páginas 45 ref. 0 f.) Interface - Comunic. Saúde Educ. - Ano: 2012
Cod. F34 . 16 . 42 - 9 2012 - 4 F Rev. Liter

FUTURO DOS PROFISSIONAIS NO CENTRO DAS PREOCUPAÇÕES - PRESIDENTE DA REPÚBLICA RECEBEU ORDEM DOS MÉDICOS DENTISTAS
Publicado na Revista OMD Vol. 04 nº 14 2012
A direção da Ordem dos Médicos Dentistas (OMD) foi recebida em audiência pelo Presidente da República, Aníbal Cavaco Silva, no passado dia 10 de julho de 2012. No encontro, que decorreu no Palácio de Belém, os representantes da Ordem, liderados pelo bastonário Orlando Monteiro da Silva, manifestaram a preocupação com a difícil situação que os médicos dentistas enfrentam na atual conjuntura económico-financeira que o país atravessa.
( 2 páginas 0 ref. 1 f.) Rev. de OMD - Ordem Médicos Dentistas - Ano: 2012
Cod. E84 . 4 . 14 - 9 2012 - 4 X Rev. Liter

IRREGULARIDADES E EXERCÍCIO ILEGAL - CLÍNICA DENTÁRIA DE VAGOS ENCERRADA
Publicado na Revista OMD Vol. 04 nº 14 2012
No âmbito de uma ação de fiscalização, concertada entre a autoridade de saúde territorialmente competente e a Ordem dos Médicos Dentistas (OMD), foi encerrada em Vagos, distrito de Aveiro, uma clínica de medicina dentária. A ação decorreu em agosto.
( 1 páginas 0 ref. 1 f.) Rev. de OMD - Ordem Médicos Dentistas - Ano: 2012
Cod. E84 . 4 . 14 - 9 2012 - 7 X Rev. Liter

ENTREVISTA COM FERNANDO LUIZ BRUNETTI MONTENEGRO
Publicado em Dentistry Brasil nº 48 2012
Profissional fala sobre o atual mercado da Odontologia. Especialista aborda a profissão e aponta suas considerações em relação ao mercado e suas vertentes, considerando a comunicação como fonte de informação para a capacitação de profissionais e atualização do setor
( 2 páginas 0 ref. 1 f.) Dentistry Brasil - Ano: 2012
Cod. C87 . 48 . 48 - 8 2012 - 1 X Rev. Liter

DESMISTIFICANDO A ODONTOLOGIA DO TRABALHO
SANTOS, M. R.
Para entender melhor a Odontologia do Trabalho, julgamos importante fazer um breve histórico, conceituar, citar rapidamente parte da legislação, bem como as atribuições do cirurgião-dentista do trabalho, para que possamos, a partir daí, discorrer sobre o assunto.
( 2 páginas 0 ref. 1 f.) Odonto Magazine - Ano: 2012
Cod. F02 . 2 . 19 - 8 2012 - 7 X Rev. Liter

INCONTORNÁVEL NECESSIDADE DA ÉTICA E DA BIOÉTICA
NUNES, L.
Afirma-se e fundamenta-se a necessidade da ética e da bioética, com olhares de interpretação a partir de Paul Ricoeur, de Hannah Arendt e de ambos em conjunção com Habermas. Com Ricoeur, analisamos a fórmula do plano ético.
PALAVRAS CHAVE: Ética; Bioética; Tendências.
( 10 páginas 19 ref. 0 f.) Rev. Bioética - Ano: 2012
Cod. C83 . 20 . 2 - 8 2012 - 2 E Rev. Liter

BIOÉTICA E SAÚDE GLOBAL: UM DIÁLOGO NECESSÁRIO
FORTES, P. A. C. et al.
O artigo é uma reflexão teórica sobre o estabelecimento de pontes para o diálogo entre a bioética e a saúde global. Esta envolve o estudo e a prática de temas de saúde que extrapolam as fronteiras nacionais, impondo a necessidade de ação e acordos globais para sua resolução. Refere-se aos impactos transnacionais da globalização sobre os determinantes sociais e problemas de saúde que estão além do controle dos países.
PALAVRAS CHAVE: Bioética; Saúde global; Saúde mundial; Equidade.
( 7 páginas 22 ref. 0 f.) Rev. Bioética - Ano: 2012
Cod. C83 . 20 . 2 - 8 2012 - 3 D Rev. Liter

CONSENTIMENTO INFORMADO: CUIDADOS PARA O RECRUTAMENTO DE POPULAÇÕES VULNERÁVEIS
BAJOTTO, A. P. et al.
Pesquisas com populações vulneráveis têm se mostrado preocupação comum entre pesquisadores em todo o mundo. Surgem protocolos para a realização de pesquisas com populações vulneráveis, que se diferenciam das já existentes pela preocupação com a compreensão dos objetivos do estudo e retenção das informações durante todo o período da pesquisa. Os protocolos apresentam vídeos, áudios, gravuras informativas e entrevistas com conselheiros comunitários, técnicas que buscam informar os participantes sobre pontos-chave da pesquisa e contraindicações do tratamento.
PALAVRAS CHAVE: Populações vulneráveis; Bioética; Consentimento livre e esclarecido.
( 6 páginas 27 ref. 0 f.) Rev. Bioética - Ano: 2012
Cod. C83 . 20 . 2 - 8 2012 - 4 C Rev. Liter

EXPERIMENTAÇÃO ANIMAL: PANORAMA HISTÓRICO E PERSPECTIVAS
REGIS, A. H. P. et al.
No mundo, milhões de animais vertebrados são utilizados, por ano, em pesquisas científicas. Embora vários países possuam, há décadas, uma legislação para regulamentar a experimentação animal, no Brasil havia uma lacuna legal. Nesse contexto, traçou-se um panorama histórico e comparativo da situação normativa brasileira. A referência utilizada foi a Lei 11.794/08, primeira legislação a especificamente regulamentar a experimentação animal.
PALAVRAS CHAVE: Experimentação animal; Legislação; Ética; Animal.
( 12 páginas 74 ref. 0 f.) Rev. Bioética - Ano: 2012
Cod. C83 . 20 . 2 - 8 2012 - 5 F Rev. Liter

BANCO DE DENTES HUMANOS: UMA ANÁLISE BIOÉTICA
MIRANDA, G. E. et al.
Banco de dentes humanos (BDH) é uma instituição sem fins lucrativos, vinculada a uma instituição de ensino com o propósito de suprir as necessidades acadêmicas, fornecendo dentes humanos para pesquisa, treinamento laboratorial e restaurações biológicas. O presente trabalho resultou de levantamento bibliográfico relativo à implantação, objetivos, funcionamento, aspectos éticos, tendências e elo do BDH com a bioética contemporânea. A bioética ajuda a odontologia a fazer uma reflexão sobre o tema, conciliando os avanços tecnológicos com os princípios éticos, traçando caminhos para o uso dos órgãos dentais sem ofensa à dignidade humana.
PALAVRAS CHAVE: Coleta de tecidos e órgãos; Odontologia; Bioética.
( 12 páginas 38 ref. 0 f.) Rev. Bioética - Ano: 2012
Cod. C83 . 20 . 2 - 8 2012 - 7 F Rev. Liter

A CONFIDENCIALIDADE MÉDICA NA RELAÇÃO COM O PACIENTE ADOLESCENTE: UMA VISÃO TEÓRICA
SANTOS, M. F. O. et al.
O presente artigo enfoca a confidencialidade médica (comunicação sigilosa) na relação com o paciente adolescente, como parâmetro que permeia a relação médico-paciente. A confidencialidade médica faz parte dos valores éticos e das determinações legais que devem ser seguidas pelos profissionais da área da saúde. É dever inerente ao desempenho da profissão médica. Este estudo foi produzido mediante pesquisa bibliográfica, com coleta de dados em bases eletrônicas, com o objetivo de conhecer e refletir sobre o que vem sendo publicado na literatura científica a respeito da confidencialidade médica na relação com o paciente adolescente.
PALAVRAS CHAVE: Adolescente; Comunicação sigilosa; Privacidade; Relações médico-paciente.
( 8 páginas 24 ref. 0 f.) Rev. Bioética - Ano: 2012
Cod. C83 . 20 . 2 - 8 2012 - 11 D Rev. Liter

ODONTOLOGIA VETERINÁRIA: COMPETÊNCIA DO MÉDICO OU DO DENTISTA?
GENNARI, C.
A Odontologia Veterinária é área de competência do médico veterinário ou do dentista? Com um pouco de informação essa polêmica pode acabar.
( 4 páginas 0 ref. 2 f.) Odonto Magazine - Ano: 2012
Cod. F02 . 2 . 18 - 7 2012 - 2 B Rev. Liter

APLICAÇÃO DA NORMA DICOM EM MEDICINA DENTÁRIA
MOREIRA, A. et al.
A norma DICOM (Digital Imaging and Communications in Medicine) é formada por um conjunto de regras que permite a interoperabilidade de imagens, isto é, o intercâmbio de imagens médicas e dos respetivos dados associados, independentemente do fabricante dos equipamentos utilizados na aquisição e na observação dessas mesmas imagens.
PALAVRAS CHAVE: Radiografia Dentária Digital; Radiologia; Sistemas de informação em radiologia; Aplicação de informática médica; Informática Médico-Dentária.
( 6 páginas 16 ref. 2 f.) Rev. Port. Estomatologia - Ano: 2012
Cod. A16 . 53 . 2 - 6 2012 - 9 C Rev. Liter

ANÁLISE DAS ALTERAÇÕES NAS NORMAS DO CONSELHO FEDERAL DE ODONTOLOGIA PARA A OBTENÇÃO DO TÍTULO DE ESPECIALISTA EM ODONTOLOGIA
NARESSI, S. C. M. et al.
Este trabalho teve como objetivo comentar e discutir as alterações, oportunidades e consequências decorrentes da implementação dessas Resoluções em face dos preceitos contidos na Constituição Federal, Código Penal, Código Civil e Código de Ética Odontológica.
PALAVRAS CHAVE: Resolução CFO; Especialistas; Pós-graduação.
( 4 páginas 11 ref. 0 f.) Odont. Clínico-científica / CROPE - Ano: 2012
Cod. E40 . 11 . 2 - 6 2012 - 4 B Rev. Liter

EXERCÍCIO ILEGAL
Publicado na Revista OMD Vol. 04 nº 13 2012
A colaboração entre a OMD e as várias entidades com reguladoras do setor da saúde (Inspeção-Geral das Atividades em Saúde e Entidade Reguladora da Saúde) tem permitido a deteção de graves irregularidades ao nível do exercício da medicina dentária em Portugal.
( 2 páginas 0 ref. 2 f.) Rev. de OMD - Ordem Médicos Dentistas - Ano: 2012
Cod. E84 . 4 . 13 - 6 2012 - 1 X Rev. Liter

TIAGO PIRES FRAZÃO, COORDENADOR DO GIEI - GABINETE DE INTERVENÇÃO CONTRA O EXERCÍCIO ILEGAL
Publicado na Revista OMD Vol. 04 nº 13 2012
ROM - Qual tem sido a postura adotada pela OMD relativamente ao exercício ilegal? TPF - A postura da OMD, ao nível da prevenção do exercício ilegal da profissão, tem sido bastante proactiva, tendo sido criado,há cerca de um ano e meio, um gabinete específico para o efeito, o GIEI – Gabinete de Intervenção contra o Exercício Ilegal.
( 3 páginas 0 ref. 1 f.) Rev. de OMD - Ordem Médicos Dentistas - Ano: 2012
Cod. E84 . 4 . 13 - 6 2012 - 2 B Rev. Liter

INSPEÇÃO DA ASAE - ESTUDANTE TRATAVA DOENTES EM CONSULTÓRIO DENTÁRIO
Publicado na Revista OMD Vol. 04 nº 13 2012
A OMD tem-se mantido firme e intransigente no combate ao exercício ilegal da medicina dentária em Portugal, denunciando situações irregulares que tenha conhecimento, participando em ações de fiscalização ou colaborando na investigação em sede criminal
( 1 páginas 0 ref. 1 f.) Rev. de OMD - Ordem Médicos Dentistas - Ano: 2012
Cod. E84 . 4 . 13 - 6 2012 - 5 X Rev. Liter

ATO MÉDICO: HISTÓRICO E REFLEXÃO
TRAVASSOS, D. V. et al.
Descrever o histórico da proposição da lei do ato médico e realizar uma reflexão crítica acerca das motivações de seu surgimento e das consequências de sua aprovação.
PALAVRAS CHAVE: Projeto de lei; Ocupações em saúde; Sistema Único de Saúde.
( 7 páginas 23 ref. 0 f.) Arq. em Odont. / Fac. Odont. UFMG - Ano: 2012
Cod. C11 . 48 . 2 - 6 2012 - 7 D Rev. Liter

A RESPONSABILIDADE DOS PROFISSIONAIS DE SAÚDE NA NOTIFICAÇÃO DOS CASOS DE VIOLÊNCIA CONTRA CRIANÇAS E ADOLESCENTES DE ACORDO COM SEUS CÓDIGOS DE ÉTICA
ALMEIDA, A. H. V. et al.
O objetivo deste estudo foi verificar a responsabilidade dos profissionais de saúde em notificar casos de violência contra crianças e adolescentes.
PALAVRAS CHAVE: Notificação; Violência; Códigos de ética; Pessoal de saúde.
( 7 páginas 21 ref. 1 f.) Arq. em Odont. / Fac. Odont. UFMG - Ano: 2012
Cod. C11 . 48 . 2 - 6 2012 - 8 D Rev. Liter

EXPRESSÕES MÉDICAS: FALHAS E ACERTOS
BACELAR, S. et al.
São abordadas as seguintes expressões: Malaxação – ordenha; Malformação – má-formação; Malrotação intestinal; Manter a mesma conduta; Medial – mesial; Massagem cardíaca; Massivo; Medline; Megacolo congênito; Meningeoma – meningioma – meningoma; Mentoniano; Mesmo.
( 5 páginas 0 ref. 0 f.) Rev. Médico Residente - Ano: 2012
Cod. C77 . 14 . 2 - 6 2012 - 1 C Rev. Liter

ANÁLISE DAS DECISÕES JUDICIAIS DE ABORTO DE MALFORMAÇÕES FETAIS E A PROBLEMATIZAÇÃO DO SLIPPERY SLOPE
SILVA, A. C. S. et al.
O objetivo deste trabalho é, portanto, analisar os argumentos jurídicos utilizados na decisão supracitada. Pretende-se, ainda, demonstrar as ambiguidades existentes na análise de casos concretos nos acórdãos obtidos nos Tribunal de Justiça da região sul do Brasil, em consonância com a decisão do Supremo Tribunal Federal. Como método, foi realizada uma análise comparativa da jurisprudência regional envolvendo outras malformações incompatíveis com a vida extrauterina.
PALAVRAS CHAVE: Bioética; Aborto Eugênico; Anormalidades Congênitas.
( 8 páginas 63 ref. 2 f.) Rev. AMRIGS - Ano: 2012
Cod. C99 . 56 . 2 - 6 2012 - 1 D Rev. Liter

ÉTICA E PUBLICAÇÕES CIENTÍFICAS
FAGUNDES, R. B. et al.
Muitos editores de periódicos científicos têm sido confrontados com situações que envolvem questões éticas, e alguns periódicos criaram suas próprias regras éticas. Porém, estas regras não impediram episódios recentes de fraudes (1), porque o comportamento do ser humano depende da sua consciência e idoneidade.
( 2 páginas 4 ref. 0 f.) Rev. AMRIGS - Ano: 2012
Cod. C99 . 56 . 2 - 6 2012 - 2 X Rev. Liter

IDENTIFICAÇÃO HUMANA POR MEIO DAS MARCAS DA ORELHA: MÉTODOS CONVENCIONAL E DIGITAL. UM ESTUDO DA LITERATURA
SILVA, M. B. I. et al.
Este trabalho teve como objetivo realizar uma revisão da literatura sobre o emprego das características auriculares, e impressões/marcas de orelha em identificação humana, utilizando-se métodos convencionais e digitais.
PALAVRAS CHAVE: Odontologia Legal; Antropologia Forense; Orelha; Pavilhão Auricular; Biometria.
( 7 páginas 27 ref. 2 f.) Rev. Paul. Odont. - Ano: 2012
Cod. A03 . 34 . 2 - 6 2012 - 9 D Rev. Liter

ATUAÇÃO DO CIRURGIÃO-DENTISTA NA UTI: UM NOVO PARADIGMA
GOMES, S. F. et al.
A magnitude da Odontologia hospitalar na manutenção da saúde bucal dos pacientes de Unidade de Terapia Intensiva (UTI causa melhora no quadro sistêmico do paciente, evitando o aumento da proliferação de fungos e bactérias anaeróbicas e Gram negativas e consequentes infecções e doenças sistêmicas, representando risco para a s aúde d o p aciente, p rincipalmente i nfecção nosocomial. O objetivo deste estudo foi realizar uma revisão de literatura, buscando informações sobre a Odontologia hospitalar no Brasil.
PALAVRAS CHAVE: UTI; Pneumonia nosocomial; Bactérias; Saúde bucal.
( 4 páginas 16 ref. 1 f.) Rev. Bras. Odont. - Ano: 2012
Cod. A02 . 69 . 1 - 6 2012 - 3 B Rev. Liter

QUAL A IMPORTÂNCIA DA ODONTOLOGIA HOSPITALAR?
ARANEGA, A. M. et al.
O objetivo deste trabalho foi realizar uma revisão da literatura quanto à importância de se ministrar conceitos sobre a Odontologia Hospitalar para o exercício da profissão odontológica e como se encontra a situação a respeito atualmente.
PALAVRAS CHAVE: Odontologia; Hospital.
( 4 páginas 16 ref. 0 f.) Rev. Bras. Odont. - Ano: 2012
Cod. A02 . 69 . 1 - 6 2012 - 4 B Rev. Liter

ATENDIMENTO ODONTOLÓGICO NAS UTIS
ASSIS, C.
O atendimento odontológico nas Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) já é uma realidade em alguns hospitais brasileiros e tem o objetivo de prevenir não só as infecções bucais, que interferem na evolução das doenças dos pacientes acamados, bem como limitar a disseminação de micro-organismos que colonizam desde a cavidade oral ao trato respiratório inferior desses pacientes. Pneumonias associadas à ventilação mecânica podem interferir na recuperação do paciente, muitas vezes conduzindo-o a um desfecho fatal. Os cuidados com a saúde bucal podem diminuir o tempo de internação do paciente e os custos hospitalares.
( 4 páginas 0 ref. 7 f.) Rev. Bras. Odont. - Ano: 2012
Cod. A02 . 69 . 1 - 6 2012 - 20 B Rev. Liter

INTEGRAÇÃO ENTRE MEDICINA, ENFERMAGEM E ODONTOLOGIA DO TRABALHO: UMA CONQUISTA PARA A POPULAÇÃO
SANTOS, A. S. C. et al.
Este trabalho ressaltou a importância e a possibilidade desta integração profissional e quanto o Dentista do Trabalho pode e deve interagir com a equipe ocupacional para cuidar da saúde do trabalhador. Concluímos que é necessário treinar a equipe multidisciplinar para tratar cada tipo de população, fazendo um diagnóstico correto, direcionando um tratamento único e eficaz.
PALAVRAS CHAVE: Odontologia do Trabalho; Odontologia Ocupacional; Integração multidisciplinar.
( 5 páginas 26 ref. 0 f.) Rev. Bras. Odont. - Ano: 2012
Cod. A02 . 69 . 1 - 6 2012 - 27 C Rev. Liter

PLATAFORMA BRASIL: ÉTICA E CONVERGÊNCIA EM PESQUISAS COM SERES HUMANOS
MATTOS, D. C. et al.
A Plataforma Brasil é a ferramenta on-line de registros de pesquisas envolvendo seres humanos do Sistema de Comitês de Ética em Pesquisa/Comissão Nacional de Ética em Pesquisa (CEP/Conep) do Conselho Nacional de Saúde. Um importante recurso para pesquisadores, entidades e sociedade civil envolvidos em pesquisa, oficialmente lançado em setembro de 2011 e implementado, em âmbito nacional, em janeiro de 2012, em substituição ao Sistema Nacional de Informações sobre Ética em Pesquisa Envolvendo Seres Humanos (Sisnep).
( 2 páginas 0 ref. 0 f.) Rev. Bras. Pesq. Saúde - Ano: 2012
Cod. B83 . 14 . 2 - 6 2012 - 9 X Rev. Liter

A INSTITUCIONALIZAÇÃO DA MEDICINA LEGAL NO BRASIL
MIZIARA, I. D. et al.
Os autores traçam um panorama da chegada da Medicina Legal no Brasil, desde sua introdução, por intermédio de Nina Rodrigues na Faculdade de Medicina da Bahia, passando pela vinda de Oscar Freire a São Paulo e a consequente criação da disciplina junto à Faculdade de Medicina e Cirurgia de São Paulo, futura Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, até a institucionalização da mesma, realizada por seu principal discípulo Flamínio Fávero.
PALAVRAS CHAVE: Medicina legal/história; Medicina legal/educação; Educação de graduação em medicina/história.
( 9 páginas 9 ref. 1 f.) Saúde, Ética & Justiça - Ano: 2012
Cod. D08 . 17 . 2 - 6 2012 - 1 E Rev. Liter

QUAIS OS RUMOS DA BIOÉTICA?
ALMEIDA, M.
O autor descreve sua crescente preocupação com os próximos passos do pensamento bioético e enfatiza a necessidade de se manter um compromisso com os problemas legítimos do nosso mundo, ao invés de se ceder à atração de alguns tópicos que chamam mais a atenção, mas podem ser eventualmente fúteis.
PALAVRAS CHAVE: Bioética.
( 2 páginas 0 ref. 0 f.) Saúde, Ética & Justiça - Ano: 2012
Cod. D08 . 17 . 2 - 6 2012 - 2 A Rev. Liter

INTERDISCIPLINARIDADE EM ALTA
KOHLER G. I.
Profissional apresenta um novo conceito de atuação para dentistas e aponta as vantagens em se trabalhar na visão interdisciplinar, uma adequação ao melhor atendimento aos pacientes.
( 2 páginas 0 ref. 8 f.) Dentistry Brasil - Ano: 2012
Cod. C87 . 45 . 45 - 5 2012 - 7 X Rev. Liter

UMA PEQUENA VITÓRIA QUE PODE FAZER A DIFERENÇA
RODRIGUES, A. D. M.
Uma votação na Comissão de Seguridade Social e Família na Câmara dos Deputados, tornou obrigatória a presença de cirurgiões-dentistas nas UTIs de todo o país. Neste mês, passará por votação na Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público (Odontologia do Trabalho).
( 2 páginas 0 ref. 1 f.) Dentistry Brasil - Ano: 2012
Cod. C87 . 45 . 45 - 5 2012 - 8 X Rev. Liter

FALANDO SOBRE FRANQUIAS
TOMAZ, P. A. R. et al.
Tenho recebido muitos e-mails e contatos por redes sociais de pessoas me perguntando o que penso sobre franquias na área da saúde, ou então pedindo conselhos quanto a se devem ou não investir neste tipo de negócio. Por isso, resolvi escrever sobre este assunto, ao menos para apresentar alguns critérios a serem considerados pelos interessados antes de tomar qualquer decisão sobre ser ou não franqueado.
( 2 páginas 0 ref. 2 f.) Odonto Magazine - Ano: 2012
Cod. F02 . 2 . 16 - 5 2012 - 10 X Rev. Liter

APOIO MATRICIAL EM SAÚDE DO TRABALHADOR: TECENDO REDES NA ATENÇÃO BÁSICA DO SUS, O CASO DE AMPARO/ SP
SANTOS, A. P. L. et al.
O Centro de Referência de Saúde do Trabalhador de Amparo/SP desenvolve ações voltadas para a saúde dos trabalhadores na atenção básica (AB). A fim de compreender esse processo, pesquisamos o Apoio Matricial (AM) em Saúde do Trabalhador (ST), sua trajetória dificuldades e potencialidades, mediante abordagem qualitativa de estudo de caso.
PALAVRAS CHAVE: Saúde do trabalhador; Sistema Único de Saúde; Apoio matricial.
( 8 páginas 28 ref. 0 f.) Ciência & Saúde Coletiva - Ano: 2012
Cod. C62 . 17 . 5 - 5 2012 - 1 D Rev. Liter

ANÁLISE MÉDICO-LEGAL DAS DEMANDAS JUDICIAIS EM IMAGINOLOGIA
PRESTES JR., L. C. L. et al.
Em nosso país, valendo-se do chamado estado democrático de direito, criou-se, na sociedade, um falso e nocivo entendimento de que, nas relações de consumo, basta o consumidor exigir, que será prontamente atendido.
( 3 páginas 12 ref. 0 f.) Radiologia Brasileira - Ano: 2012
Cod. B62 . 45 . 2 - 4 2012 - 3 B Rev. Liter

ÉTICA DA PESQUISA EM MODELOS ANIMAIS
MIZIARA, I. D. et al.
Este artigo visa à revisão histórica e resumo da legislação atual, para orientar pesquisadores ao utilizar modelos animais na pesquisa em otorrinolaringologia. Pesquisa na base de dados Medline.
PALAVRAS CHAVE: Alternativas ao uso de animais; Comitês de ética Em pesquisa; Modelos animais; Ética.
( 4 páginas 8 ref. 0 f.) Rev. Bras. Otorrinolaringologia - Ano: 2012
Cod. C63 . 78 . 2 - 4 2012 - 8 B Rev. Liter

A ÉTICA PROFISSIONAL NO CONTEXTO DA SAÚDE PÚBLICA BRASILEIRA
CORREIA, J. N. et al.
O presente estudo teve como objetivo entender a ética profissional no contexto da saúde pública usando como metodologia um estudo descritivo e exploratório com uma abordagem qualitativa através de revisão bibliográfica não sistemática.
PALAVRAS CHAVE: Ética profissional; Serviço Público de Saúde; Gestão; Enfermagem.
( 8 páginas 25 ref. 0 f.) Rev. Saúde e Pesquisa - Ano: 2012
Cod. C92 . 5 . 1 - 4 2012 - 2 D Rev. Liter

EXCELÊNCIA EM ODONTOLOGIA NAS MÃOS DOS PROFISSIONAIS
SCHNEIDER, G.
Empresa trabalha com o foco em apresentar produtos, soluções e equipamentos que auxiliam no desenvolvimento da atuação dos Cds em busca da mais alta qualidade de serviços e atendimentos.
( 2 páginas 0 ref. 8 f.) Dentistry Brasil - Ano: 2012
Cod. C87 . 44 . 44 - 4 2012 - 9 X Rev. Liter

A TRANSPLANTAÇÃO, REIMPLANTAÇÃO E A IMPLANTAÇÃO DENTAL - ASPECTOS E CONSIDERAÇÕES DE ORDEM ÉTICO-LEGAIS
MARZOLA, C. et al.
Comentários importantes são realizados sobre os estudos e pesquisas em transplantes, reimplantes e implantes dentais. O autor analisa o suporte legal das manobras cirúrgicas apresentando considerações éticas sobre assunto tão relevante.
PALAVRAS CHAVE: Transplante dental; Considerações éticas; Reimplante; Implantes; Considerações Legais.
( 6 páginas 8 ref. 0 f.) Rev. Odont. Acad. Tiradentes Odont. - Ano: 2012 - TEXTO EM INGLÊS
Cod. C64 . 12 . 4 - 4 2012 - 1 C Rev. Liter

AMPLIAÇÃO E POLITIZAÇÃO DO CONCEITO INTERNACIONAL DE BIOÉTICA
GARRAFA, V. et al.
O presente estudo faz um breve histórico deste processo, relacionando os problemas éticos contemporâneos com a atual crise econômica e sociopolítica mundial, que justificam a necessidade de mudanças concretas no campo da ética aplicada. Analisando certas situações nas quais a bioética vem falhando ou não se manifestando como deveria, mostra a urgência de se passar a analisar de modo distinto os conflitos morais constatados hodiernamente. O objetivo da discussão é revisar algumas concepções conservadoras da bioética que evitam desnudar os reais problemas relacionados com as desigualdades sociais, propondo novos referenciais teóricos e metodológicos de atuação futura para a mesma.
PALAVRAS CHAVE: Bioética; Democracia; Política; Saúde Pública; Brasil; America Latina.
( 12 páginas 48 ref. 0 f.) Rev. Bioética - Ano: 2012
Cod. C83 . 20 . 1 - 4 2012 - 1 F Rev. Liter

VIVISSECÇÃO NO ENSINO: QUESTÕES ÉTICAS E JURÍDICAS
KISHINO, N. et al.
A vivissecção constitui prática usual e arraigada nas faculdades das áreas biológicas. Nas últimas décadas, tem-se questionado a legislação, senciência e legitimidade do modelo animal, aspectos investigados neste trabalho. A discussão acerca dos animais envolve sua condição de propriedade e atribuição de direitos morais, podendo a senciência ser base para a consideração de seu status moral. As leis 9.605/98 e 1.1974/08 regulamentam a utilização de animais no Brasil.
PALAVRAS CHAVE: Vivissecção; Alternativas ao uso de animais; Ensino.
( 7 páginas 21 ref. 0 f.) Rev. Bioética - Ano: 2012
Cod. C83 . 20 . 1 - 4 2012 - 2 D Rev. Liter

BIOÉTICA E SAÚDE GLOBAL: CUIDADOS PRIMÁRIOS COMO INSTRUMENTO DE JUSTIÇA SOCIAL
MEIRELES, A. C. P. R. et al.
Este artigo reflete acerca das desigualdades em saúde em escala global. Para tanto, descreve o percurso da bioética desde seu surgimento até constituir-se como campo do saber, apresenta os múltiplos desafios encontrados, e enfoca nas iniquidades em saúde como exemplo flagrante de injustiça social no domínio da saúde global. É considerado como base de reflexão o modelo utilitarista, que visa o máximo bem para o maior número (a população em escala global), pois é o que mais se aproxima dos objetivos da Organização Mundial da Saúde (OMS).
PALAVRAS CHAVE: Bioética; Saúde mundial; Justiça social; Cuidados primários.
( 13 páginas 28 ref. 0 f.) Rev. Bioética - Ano: 2012
Cod. C83 . 20 . 1 - 4 2012 - 3 F Rev. Liter

BIO(ÉTICA) AMBIENTAL: ESTRATÉGIA PARA ENFRENTAR A VULNERABILIDADE PLANETÁRIA
BRAMA, G. M. R. et al.
O presente artigo discorre sobre a temática da globalização das questões ambientais no cenário do século XXI, no qual uma crise ética no cuidado e nas relações do homem com a fruição dos recursos naturais deu espaço para o surgimento de nova especificidade no campo da bioética: a bioética ambiental. Tal proposta de estudo e atuação dentro da ética aplicada pode auxiliar na reflexão e enfrentamento da problemática ambiental, sendo a apresentação dessa possibilidade da disciplina o objetivo do presente trabalho.
PALAVRAS CHAVE: Bioética; Meio ambiente; Ética ambiental.
( 8 páginas 13 ref. 0 f.) Rev. Bioética - Ano: 2012
Cod. C83 . 20 . 1 - 4 2012 - 4 D Rev. Liter

PESQUISA MÉDICA EM SERES HUMANOS, NÃO MALEFICÊNCIA E AUTOEXPERIMENTAÇÃO HOMEOPÁTICA
ASTONI JÚNIOR, Í. M. B. et al.
Este artigo, de natureza conceitual, objetiva estabelecer conexão entre a pesquisa médica em seres humanos, a não maleficência e a autoexperimentação homeopática. A pesquisa médica em seres humanos, geralmente realizada no outro, tem sido permeada de expressivos abusos em relação aos sujeitos participantes. É neste contexto que emerge a não maleficência, princípio ético básico limitante destas violações. A não maleficência é o pressuposto que deve nortear as decisões no campo da pesquisa médica, representando sua inocuidade ou moderação.
PALAVRAS CHAVE: Ética; Pesquisa médica; Não maleficiência; Autoexperimentação homeopática.
( 7 páginas 22 ref. 0 f.) Rev. Bioética - Ano: 2012
Cod. C83 . 20 . 1 - 4 2012 - 5 D Rev. Liter

ASPECTOS ÉTICOS NAS PESQUISAS COM ADOLESCENTES
FERREIRA, A. L. C. G. et al.
Este artigo relata experiência relativa à necessidade da anuência dos pais ou responsáveis na inclusão de adolescentes em pesquisas envolvendo contracepção e abortamento. Eticamente uma adolescente pode receber orientação contraceptiva sem a obrigatoriedade da autorização dos pais ou responsáveis. Poderiam também, em princípio, responder questões confidenciais sobre a sua saúde como participante de uma pesquisa.
PALAVRAS CHAVE: Abortamento; Contracepção; Adolescente; Ética; Consentimento livre esclarecido.
( 4 páginas 12 ref. 0 f.) Rev. Bioética - Ano: 2012
Cod. C83 . 20 . 1 - 4 2012 - 6 B Rev. Liter

DELINEANDO FRONTEIRAS: REFLEXÃO SOBRE OS LIMITES ÉTICOS PARA A APLICAÇÃO DE TECNOLOGIAS GENÉTICAS
CACIQUE, D. B. et al.
Este artigo objetiva desenvolver uma reflexão sobre os limites éticos para os usos da engenharia genética em humanos. Para tanto, buscou-se delinear fronteiras éticas entre as duas finalidades para intervenções genéticas: tratamento e melhoramento. Adicionalmente, foi desenvolvido breve retrospecto histórico sobre as investidas eugenistas eclodidas no Brasil, Alemanha e Estados Unidos.
PALAVRAS CHAVE: Genética; Genética comportamental; Engenharia genética; Predisposição genética para doença; Privacidade genética; Eugenia.
( 11 páginas 59 ref. 0 f.) Rev. Bioética - Ano: 2012
Cod. C83 . 20 . 1 - 4 2012 - 7 F Rev. Liter

RECÉM-NASCIDOS ANENCÉFALOS COMO DOADORES DE ÓRGÃOS
RIBEIRO, E. M. et al.
Este artigo baseia-se na discussão do uso de órgãos de recém-nascidos anencéfalos para transplantes terapêuticos. A antecipação do nascimento de um feto anencefálico é debatido amplamente em relação a sua ética. Alguns defendem que o anencéfalo possui malformação cerebral cuja manutenção da vida é possível apenas pelo acesso ao cordão umbilical. Outros alegam que enquanto houver tronco cerebral funcionante não permitem o diagnóstico de morte fetal. A questão é que a remoção de órgãos após o diagnóstico de morte encefálica pode causar danos aos órgãos que serão utilizados.
PALAVRAS CHAVE: Anormalidades congênitas; Transplante de órgãos; Bioética; Anencefalia.
( 7 páginas 31 ref. 0 f.) Rev. Bioética - Ano: 2012
Cod. C83 . 20 . 1 - 4 2012 - 8 D Rev. Liter

CONCEPÇÕES SOBRE O PRINCÍPIO DA NÃO MALEFICÊNCIA E SUAS RELAÇÕES COM A PRUDÊNCIA
PENNA, M. M. et al.
A origem conceitual da não maleficência, um dos princípios da bioética principialista, pode estar relacionada à prudência, desde a Antiguidade até o período contemporâneo. Por meio da revisão da literatura sobre a ética, foram estudadas as origens e abrangência do conceito de não maleficência. Foi também analisada sua relação com os outros três princípios – autonomia, justiça e beneficência – e os possíveis conflitos entre os mesmos que pudessem exigir, em determinada situação, a hierarquização ou primazia de um sobre outro.
PALAVRAS CHAVE: Bioética; Princípio da não maleficiência; Prudência; Principialismo.
( 9 páginas 33 ref. 0 f.) Rev. Bioética - Ano: 2012
Cod. C83 . 20 . 1 - 4 2012 - 9 E Rev. Liter

SUSPENSÃO DE TRATAMENTOS EM UNIDADES DE TERAPIA INTENSIVA E SEUS FUNDAMENTOS ÉTICOS
SARAIVA, A. M. P.
Apesar dos sofisticados e dispendiosos recursos disponíveis nas unidades de terapia intensiva, por vezes, em determinadas situações, é decidido suspender tratamentos extraordinários. Este trabalho surgiu da necessidade de saber quais são os fundamentos éticos que os enfermeiros portugueses consideram estar na base da decisão de suspender tratamentos extraordinários em unidades de terapia intensiva. Foi realizada intensa pesquisa bibliográfica e colocadas várias questões orientadoras, tendo por campo de estudo um total de nove unidades de terapia intensiva e uma amostra de 146 enfermeiros, e os dados obtidos foram estatisticamente tratados com base no programa SPSS 11,0.
PALAVRAS CHAVE: Ética baseada em princípios; Unidades de terapia intensiva; Suspensão de tratamento; Enfermeiros; Portugal.
( 14 páginas 29 ref. 0 f.) Rev. Bioética - Ano: 2012
Cod. C83 . 20 . 1 - 4 2012 - 14 F Rev. Liter

DOCUMENTAÇÃO ODONTOLÓGICA: MAIS UMA VEZ, UM ALERTA
BALDACCI, N. N.
Não é de hoje que muitos autores da área de Deontologia e Odontologia Legal alertam para a importância de uma documentação bem elaborada, quando do atendimento de pacientes em qualquer uma das especialidades odontológicas.
( 1 páginas 0 ref. 1 f.) Perio News - Ano: 2012
Cod. A26 . 6 . 2 - 4 2012 - 12 X Rev. Liter

A AUTÓPSIA VIRTUAL NAS CIÊNCIAS FORENSES E SUA APLICAÇÃO NA ODONTOLOGIA FORENSE
ROSÁRIO JUNIOR, A. F. et al.
Atualmente os avanços tecnológicos se fazem cada vez mais importantes nas ciências forenses. Por outro lado a autópsia ainda é uma abordagem tradicional na prática médica-odontológica, na qual evidências são coletadas por meio fotográfico e radiológico.
PALAVRAS CHAVE: Autópsia; Radiologia; Odontologia Legal; Medicina Legal.
( 5 páginas 30 ref. 0 f.) Rev. Odonto Ciênc. / PUCRS - Ano: 2012 - TEXTO EM INGLÊS
Cod. E03 . 27 . 1 - 3 2012 - 1 C Rev. Liter

A DIMENSÃO DA ÉTICA NA PESQUISA EM SAÚDE COM ÊNFASE NA ABORDAGEM QUALITATIVA
SILVA, C. R. C. et al.
Este artigo trata da dimensão ética na pesquisa em saúde, relacionando-a mais especificamente à abordagem qualitativa, a partir das contribuições das ciências sociais e em particular da etnografia, que pressupõe a construção de uma relação de confiança e respeito entre pesquisador e pesquisado que se configura paulatinamente.
PALAVRAS CHAVE: Pesquisa qualitativa; Ética em pesquisa; Ciências sociais; Etnografia; Saúde coletiva.
( 10 páginas 17 ref. 0 f.) Saúde e Sociedade Fac. Saúde Pública USP - Ano: 2012
Cod. E57 . 21 . 1 - 3 2012 - 1 E Rev. Liter

TSB: QUEM É ESSE PROFISSIONAL?
BORGES, L.
Nos últimos três anos, têm sido muito recorrente questionamentos acerca da regulamentação do TSB (Técnico em Saúde Bucal), por parte de nossos colegas CDs de todo Brasil. Entendo ser uma função desta coluna esclarecer tais questões, já que a regulamentação das profissões ASB (Auxiliar em Saúde Bucal) e TSB (Técnico em Saúde Bucal) no Brasil (Lei nº 11.889, de 24 de dezembro de 2008), bem como nos EUA e Canadá (há mais de uma década regulamentada), ocorreu, sobretudo, por conta da biossegurança e controle de infecção.
( 1 páginas 0 ref. 2 f.) Odonto Magazine - Ano: 2012
Cod. F02 . 2 . 14 - 3 2012 - 2 X Rev. Liter

CÓDIGO DEONTOLÓGICO EM REVISÃO…
SILVA, O. M.
Por iniciativa do Conselho Deontológico e de Disciplina está em revisão o nosso código deontológico. Este processo deverá ser acompanhado de um amplo debate, o mais aprofundado possível entre médicos dentistas.
( 3 páginas 0 ref. 1 f.) Rev. de OMD - Ordem Médicos Dentistas - Ano: 2012
Cod. E84 . 4 . 12 - 3 2012 - 1 X Rev. Liter

TRIBUNAL CONDENA FALSO MÉDICO DENTISTA - EXERCÍCIO ILEGAL IMPEDE INSCRIÇÃO NA OMD POR CINCO ANOS
Publicado na Revista OMD Vol. 04 nº 12 2012
Uma das atribuições da Ordem dos Médicos Dentistas consiste em defender o cumprimento da lei, nomeadamente no que se refere à profissão e ao título de médico dentista, atuando judicialmente contra quem pratique ilegalmente atos de saúde oral ou use ilegalmente aquele título.
( 1 páginas 0 ref. 1 f.) Rev. de OMD - Ordem Médicos Dentistas - Ano: 2012
Cod. E84 . 4 . 12 - 3 2012 - 5 X Rev. Liter

NOVAS DENÚNCIAS E DIRETIVA EUROPEIA - BRANQUEAMENTOS DENTÁRIOS MAIS REGULADOS
Publicado na Revista OMD Vol. 04 nº 12 2012
Os branqueamentos dentários têm assumido um papel de destaque na actividade dos médicos dentistas. No entanto, outros agentes sem competência para tal têm tentado intervir nesta área da saúde ao longo dos últimos anos, estando a OMD em alerta permanente e denunciando publicamente as situações ilegais flagrantes verificadas nesta actividade.
( 2 páginas 0 ref. 2 f.) Rev. de OMD - Ordem Médicos Dentistas - Ano: 2012
Cod. E84 . 4 . 12 - 3 2012 - 7 X Rev. Liter

CED APROVOU DUAS RESOLUÇÕES - PRÁTICA RESPONSÁVEL E CÓDIGO DE CONTROLO DE INFEÇÃO
Publicado na Revista OMD Vol. 04 nº 12 2012
Decorreu no passado dia 18 de novembro, em Bruxelas, a assembleia-geral do Conselho Europeu dosMédicos Dentistas (CED), estrutura sem fins lucrativos que agrupa as organizações nacionais de medicina dentária de todos os países da União Europeia (UE).
( 2 páginas 0 ref. 2 f.) Rev. de OMD - Ordem Médicos Dentistas - Ano: 2012
Cod. E84 . 4 . 12 - 3 2012 - 11 X Rev. Liter

IDENTIFICAÇÃO HUMANA DAS MARCAS DA ORELHA: MÉTODOS CONVENCIONAL E DIGITAL. UM ESTUDO DA LITERATURA
SILVA, M. B. I. et al.
Este trabalho teve como objetivo realizar uma revisão da literatura sobre o emprego das características auriculares, e impressões/marcas de orelha em identificação humana, utilizando-se métodos convencionais e digitais.
PALAVRAS CHAVE: Odontologia Legal; Antropologia Forense; Orelha; Pavilhão Auricular; Biometria.
( 7 páginas 27 ref. 0 f.) Rev. Paul. Odont. - Ano: 2012
Cod. A03 . 34 . 1 - 3 2012 - 3 D Rev. Liter

O ABSENTEÍSMO NOS CENTROS DE ESPECIALIDADE ODONTOLÓGICA: UM DESAFIO NA GESTÃO DO SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE
AYACH, C. et al.
Nesta pesguisa objetivou-se avaliar o acesso e as faltas no serviço especializado odontológico. É um estudo epidemiológico de série histórica, retrospectivo e quantitativo, utilizando dados da central de regulação do município de Aquidauana, MS, quanto ao número de vagas disponibilizadas e o número de faltas que ocorrem no agendamento da primeira consulta nos anos de 2008 a 2010.
PALAVRAS CHAVE: Absenteísmo; Serviços de Saúde Bucal; Especialidades Odontológicas; Sistema Único de Saúde.
( 6 páginas 20 ref. 4 f.) Rev. Paul. Odont. - Ano: 2012
Cod. A03 . 34 . 1 - 3 2012 - 7 C Rev. Liter

A PRESTAÇÃO OBRIGACIONAL DO DENTISTA COMO OBRIGAÇÃO DE RESULTADO: SISTEMATIZAÇÃO E ANÁLISE CRÍTICA DOS ARGUMENTOS
PITTELLI, S. D. et al.
Este artigo aborda e sistematiza os argumentos favoráveis à consignação de obrigação de resultado à obrigação jurídica do dentista. Três grupos de fundamentos são identifi cados e discutidos: a especialidade, a natureza estética dos procedimentos, algumas características tidas como específi cas da atividade.
PALAVRAS CHAVE: Responsabilidade civil; Odontologia legal; Doença iatrogênica.
( 4 páginas 8 ref. 0 f.) Saúde, Ética & Justiça - Ano: 2012
Cod. D08 . 17 . 1 - 3 2012 - 1 B Rev. Liter

A PRESTAÇÃO OBRIGACIONAL DO ANESTESIOLOGISTA COMO OBRIGAÇÃO DE RESULTADO: SISTEMATIZAÇÃO E ANÁLISE CRÍTICA DOS ARGUMENTOS A FAVOR
PITTELLI, S. D. et al.
Os autores abordam e sistematizam os argumentos favoráveis à consignação de obrigação de resultados à obrigação jurídica do anestesiologista. São identifi cados os tipos de fundamentos e discutidas e exemplifi cadas as situações em que intervém a álea, considerando-se os momentos pré, intra e pós-anestésicos.
PALAVRAS CHAVE: Anestesiologia; Responsabilidade civil; Doença iatrogênica.
( 5 páginas 11 ref. 0 f.) Saúde, Ética & Justiça - Ano: 2012
Cod. D08 . 17 . 1 - 3 2012 - 2 C Rev. Liter

PASSO A PASSO DO TRABALHO PERICIAL
LEVIN, L.
Neste artigo discorre-se a respeito da especifi cidade do trabalho do perito médico, especialmente nas perícias referentes à saúde do trabalhador. São retomados princípios que regem esta atividade bem como critérios a serem seguidos pelos peritos.
PALAVRAS CHAVE: Laudo pericial; Medicina legal; Medicina do trabalho; Metodologias de avaliação de danos.
( 4 páginas 2 ref. 0 f.) Saúde, Ética & Justiça - Ano: 2012
Cod. D08 . 17 . 1 - 3 2012 - 3 B Rev. Liter

VIOLÊNCIA CONTRA CRIANÇAS: O ATENDIMENTO MÉDICO E O ATENDIMENTO PERICIAL
PAIVA, C. et al.
Há vários modos de violência contra crianças e adolescentes. O atendimento médico, seja em um pronto socorro ou em um ambulatório, é, muitas vezes, a primeira oportunidade para identifi cação de violência contra eles. O método clínico ainda é a melhor ferramenta de que o médico dispõe para o diagnóstico de maus tratos ou violência.
PALAVRAS CHAVE: Violência/psicologia; Prova pericial/ética; Prova pericial/legislação & jurisprudência; Maustratos infantis/psicologia; Maus-tratos infantis/ética; Defesa da criança e do adolescente.
( 9 páginas 20 ref. 0 f.) Saúde, Ética & Justiça - Ano: 2012
Cod. D08 . 17 . 1 - 3 2012 - 4 E Rev. Liter

IMPOSTO DE RENDA 2012: VAMOS SOSSEGAR O LEÃO
GROSSI, L. C.
Neste período do ano aumentam as dúvidas a respeito da Declaração do Imposto de Renda. Por esse motivo, listei algumas orientações e dicas que poderão contribuir para elucidar dúvidas e familiarizar um número maior de pessoas a cada ano, minimizando os possíveis transtornos na hora de declarar seu IRPF 2012.
( 2 páginas 0 ref. 3 f.) Odonto Magazine - Ano: 2012
Cod. F02 . 2 . 13 - 2 2012 - 10 X Rev. Liter

VIGILÂNCIA SANITÁRIA E SEUS PAPÉIS: UMA REVISÃO DE LITERATURA
FERNANDES, R. L. et al.
A missão da Vigilância Sanitária é promover e proteger a saúde da população por meio de ações integradas e articuladas de coordenação, normalização, capacitação, educação, informação apoio técnico, fiscalização, supervisão e avaliação em Vigilância Sanitária, sendo sempre um centro de referência, garantindo a inclusão social e a construção da cidadania para a proteção da vida.
PALAVRAS CHAVE: Vigilância Sanitária; Vigilância Epidemiológica; Fiscalização.
( 9 páginas 28 ref. 0 f.) UNINGÁ Review - Ano: 2011
Cod. F05 . 8 . 8-2 - 12 2011 - 5 E Rev. Liter

ANÁLISE DA NATUREZA DA RESPONSABILIDADE CIVIL DO ORTODONTISTA E SEU IMPACTO NA PRÁTICA DA ESPECIALIDADE
OLIVEIRA, N. M. R. et al.
O presente trabalho teve o objetivo de abordar o tema da responsabilidade civil odontológica, expondo qual é o tipo de obrigação (de meio ou de resultado), pois dependendo do tipo de obrigação, muda a direção do ônus probatório, ou seja, há uma inversão do direito de provar a culpa. Se obrigação de meio, cabe ao paciente provar que o ortodontista teve culpa; se for caracterizada obrigação de resultado cabe ao profissional provar sua inocência.
PALAVRAS CHAVE: Responsabilidade civil; Obrigação de meio; Obrigação de resultado.
( 4 páginas 30 ref. 0 f.) Rev. Bras. Odont. - Ano: 2011
Cod. A02 . 68 . 2 - 12 2011 - 25 B Rev. Liter

OS LIMITES OBJETIVOS À LIBERDADE DE CONSENTIMENTO DO PACIENTE NA ASSISTÊNCIA MÉDICA
FABBRO, L.
O objetivo deste artigo é indicar as limitações, alheias à vontade do paciente, gerais à população de pacientes brasileiros, que possuem base normativa na prática assistencial. Foram revisadas as normas legais, incluindo normas administrativas Conselho Federal de Medicina e órgãos públicos com competência para regular questões afeitas à saúde identificando-se situações ou imperativos normativos que causem, direta ou indiretamente, limitação à autonomia do paciente.
PALAVRAS CHAVE: Consentimento Informado; Limitação Legal; Assistência Médica.
( 5 páginas 4 ref. 0 f.) Rev. AMRIGS - Ano: 2011
Cod. C99 . 55 . 4 - 12 2011 - 3 C Rev. Liter

USO DA TELEMEDICINA NA ODONTOLOGIA LEGAL PARA IDENTIFICAÇÃO HUMANA: REVISÃO DA LITERATURA
MARTINEZ, É H. S. et al.
Objetivou-se realizar revisão da literatura de estudos que utilizam recursos de informática e telemedicina, no que se refere ao envio de dados ante-mortem aos locais de acidentes de desastres em massa, com a finalidade de identificação humana.
PALAVRAS CHAVE: Informática em Saúde; Odontologia Legal; Identificação Humana; Telemedicina.
( 9 páginas 24 ref. 1 f.) Odonto / UMESP - SP - Ano: 2011
Cod. D06 . 19 . 38 - 12 2011 - 8 E Rev. Liter

O MERCADO PROFISSIONAL NA ÁREA DE ODONTOLOGIA – UMA PEQUENA REFLEXÃO
PARANHOS, L. R. et al.
Cada vez mais aumentam as dificuldades dos cirurgiões-dentistas em relação ao fluxo de pacientes no consultório, sendo uma das principais causas, provavelmente, a situação socioeconômica e cultural da população, além, também, da má distribuição dos profissionais no país. Há quase uma década, 12.000 formandos eram lançados no mercado de trabalho a cada ano, e hoje, são lançados aproximadamente 9.000 profissionais, mostrando que houve uma diminuição no interesse pela Odontologia.
( 2 páginas 0 ref. 0 f.) Odonto / UMESP - SP - Ano: 2011
Cod. D06 . 19 . 38 - 12 2011 - 16 X Rev. Liter

BANCO DE OSSOS: POUCA GENTE SABE, POUCA GENTE CONHECE
CERRI, A.
O transplante de órgãos tem por objetivo principal preservar a vida de pessoas que necessitam de determinados órgãos de um doador comprovadamente com morte encefálica. Na década de 1950, a Marinha Americana já fazia transplantes de órgãos para soldados mutilados pela guerra. No Brasil, a doação e o transplante de órgãos começaram a tomar força na década de 1990. No decorrer desse tempo, o Ministério da Saúde e o governo elaboraram diversas leis, resoluções e portarias regulamentando a doação e transplante de órgãos.
( 2 páginas 0 ref. 1 f.) Odonto Magazine - Ano: 2011
Cod. F02 . 1 . 11 - 12 2011 - 5 X Rev. Liter

A IMPORTÂNCIA DE PROCESSOS EM REDES DE FRANQUIAS ODONTOLÓGICAS
MASSI, F. et al.
Os resultados positivos de qualquer negócio, seja ele odontologia ou venda de serviços ou produtos, não importa o ramo de atuação, todos, sem exceção, provem de pequenos detalhes que muitas vezes são negligenciados no dia a dia. São essas pequenas ações que vamos abordar na sequência, as quais chamaremos, no decorrer desse artigo, de Processos.
( 3 páginas 0 ref. 2 f.) Odonto Magazine - Ano: 2011
Cod. F02 . 1 . 11 - 12 2011 - 7 B Rev. Liter

CIRURGIÃO-DENTISTA - PROFISSIONAL AUTÔNOMO
GROSSI, L. C.
A partir desta edição, podemos resumir que o profissional, para o início de sua atividade profissional, além de todas as análises e providências comerciais, tais como definição do local a ser instalado o consultório e aquisição de equipamentos e materiais de consumo, o profissional precisa dos seguintes registros: Registro junto ao CRO; Inscrição junto à Prefeitura Municipal – CCM; Inscrição junto à Previdência Social – INSS; Cadastro junto à Caixa Econômica Federal, caso seja empregador; Cadastro do CNES e CMVS; Cadastro junto à Limpurb. Com os devidos registros e cadastros providenciados, o profissional está habilitado a exercer legalmente sua profissão.
( 1 páginas 0 ref. 1 f.) O Sorriso - Ano: 2011
Cod. C90 . 8 . 34 - 12 2011 - 3 X Rev. Liter


Site desenvolvido por: imira.com.br